Bolsonaro diz que os brasileiros têm agora “um Presidente que é amigo dos EUA”

O chefe de Estado do Brasil afirmou que os brasileiros têm agora “um Presidente que é amigos dos Estados Unidos da América”, ao contrário do que aconteceu com governos anteriores.

Bolsonaro diz que os brasileiros têm agora

Bolsonaro diz que os brasileiros têm agora “um Presidente que é amigo dos EUA”

O chefe de Estado do Brasil afirmou que os brasileiros têm agora “um Presidente que é amigos dos Estados Unidos da América”, ao contrário do que aconteceu com governos anteriores.

Brasília, 19 mar (Lusa) – O chefe de Estado do Brasil, Jair Bolsonaro, afirmou na segunda-feira, num discurso em Washington, que os brasileiros têm agora “um Presidente que é amigos dos Estados Unidos da América”, ao contrário do que aconteceu com governos anteriores.

“Nas últimas décadas, era tradição no Brasil, e peço desculpa pela sinceridade, (…) eleger presidentes que andassem de mãos dadas com a corrupção e inimigos dos Estados Unidos. Hoje, o Brasil tem um Presidente que é amigo dos EUA, que admira esse país maravilhoso e quer aprofundar laços de amizade, assim como variadas negociações”, declarou Jair Bolsonaro, na Câmara do Comércio norte-americana.

Na iniciativa, o governante brasileiro defendeu ainda uma parceria com os EUA na resolução da crise na Venezuela.

“Temos alguns assuntos em que estamos a trabalhar em conjunto, reconhecendo, obviamente, a capacidade económica, bélica, entre outras, dos Estados Unidos. Temos de resolver a questão da nossa Venezuela”, afirmou Bolsonaro, acrescentando: “O povo venezuelano tem de ser libertado e acreditamos e contamos, obviamente, com o apoio norte-americano para que esse objetivo seja alcançado”.

O chefe de Estado do país sul-americano traçou ainda comparações entre o povo brasileiro e o norte-americano, afirmando que este último é “conservador, temente a Deus e, portanto, cristão”.

Também o ‘slogan’ de campanha do Presidente norte-americano, Donald Trump, foi reinterpretado por Bolsonaro: “Queremos um Brasil grande, como Trump quer uma América grande”.

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, iniciou no domingo uma viagem oficial aos Estados Unidos da América, naquela que é a sua primeira visita bilateral ao estrangeiro enquanto chefe de Estado, considerada pelo próprio como “estratégica”.

Na segunda-feira, os governos brasileiro e norte-americano assinaram, em Washington, um acordo que permite aos Estados Unidos da América o lançamento de satélites a partir da base de Alcântara, no Estado brasileiro do Maranhão.

Na prática, o acordo prevê que os Estados Unidos possam lançar satélites e foguetes da base de Alcântara, sendo que o território continuará sob jurisdição brasileira.

O compromisso assinado entre os dois Estados é uma das principais iniciativas da deslocação de Bolsonaro aos EUA.

Bolsonaro e o seu homólogo norte-americano irão encontrar-se hoje, numa reunião privada na Casa Branca.

Os dois líderes terão um almoço de trabalho e uma reunião com os ministros dos dois países, dando depois uma conferência de imprensa.

MYMM // SR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS