Bolsa de Wall Street negoceia em alta no início da sessão

A bolsa de Nova Iorque negociava hoje em alta no início da sessão, no mesmo dia em que a China garantiu que, embora não deseje uma guerra comercial com os Estados Unidos, “lutará até ao fim”.

Bolsa de Wall Street negoceia em alta no início da sessão

Bolsa de Wall Street negoceia em alta no início da sessão

A bolsa de Nova Iorque negociava hoje em alta no início da sessão, no mesmo dia em que a China garantiu que, embora não deseje uma guerra comercial com os Estados Unidos, “lutará até ao fim”.

Às 14:46 (hora de Lisboa), o índice Dow Jones avançava 0,53% para 25.454,56 pontos e o Nasdaq subia 0,73% para 7.702,48 pontos.

Por sua vez, o índice alargado S&P 500 fixava-se em 2.823,58 pontos, mais 0,37%.

A China disse hoje que a sua capacidade e vontade de se defender não devem ser subestimadas e ressaltou que, embora não deseje uma guerra comercial com os Estados Unidos, “não está assustada” e “lutará até ao fim”.

O porta-voz do ministério chinês dos Negócios Estrangeiros Geng Shuang justificou o aumento das taxas alfandegárias sobre o equivalente a 60 mil milhões de dólares de bens importados dos Estados Unidos como retaliação, face às taxas impostas anteriormente pelo Presidente norte-americano, Donald Trump.

“Ao contrário dos EUA, nós mantemos a compostura, queremos continuar a trabalhar e encontrar uma solução, que permita assinar um acordo mutuamente benéfico”, afirmou.

A Comissão de Tarifas do Governo chinês assegurou na segunda-feira que vai cumprir a ameaça de retaliar contra o aumento de tarifas de importações chinesas por parte dos EUA, que arrancaram sexta-feira, com aumentos de tarifas de 10%, 20% ou até 25% sobre importações de produtos norte-americanos.

Na segunda-feira, a bolsa de Wall Street fechou em baixa, com o índice Dow Jones a cair 2,4% para 25.324,99 pontos.

PE (JPI/RJP/RN) // JNM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS