Bloco exige que Costa fale ao país e aponta “desgoverno do governo”

O líder parlamentar do BE, Pedro Filipe Soares, exigiu hoje que o primeiro-ministro fale ao país sobre a situação do aeroporto, considerando que há “um desgoverno do governo” de António Costa.

Bloco exige que Costa fale ao país e aponta

Bloco exige que Costa fale ao país e aponta “desgoverno do governo”

O líder parlamentar do BE, Pedro Filipe Soares, exigiu hoje que o primeiro-ministro fale ao país sobre a situação do aeroporto, considerando que há “um desgoverno do governo” de António Costa.

“Exigimos que o primeiro-ministro fale ao país sobre esta situação e que assuma as responsabilidades sobre o desnorte que está a ser o governo neste momento”, afirmou.

Pedro Filipe Soares falava aos jornalistas na Assembleia da República depois de o primeiro-ministro, António Costa, ter determinado hoje a revogação do despacho publicado na quarta-feira sobre a solução aeroportuária para a região de Lisboa e reafirmado que quer uma negociação e consenso com a oposição sobre esta matéria.

O líder parlamentar bloquista lembrou as declarações de António Costa no parlamento na semana passada, quando em resposta a críticas sobre a ministra da Saúde, Marta Temido, o primeiro-ministro respondeu que era o responsável máximo pelo Governo.

“Há um desgoverno do governo neste momento em Portugal sobre matérias estratégicas e sobre as quais já estavam há anos em discussão no seio do governo. E sobre isto, o primeiro-ministro deve explicações ao país”, vincou.

Questionado sobre se faz sentido que o primeiro-ministro demita o ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, o deputado bloquista respondeu apenas que “faz sentido que o primeiro-ministro seja primeiro-ministro”.

“E por isso, o primeiro dos ministros e o responsável máximo, como disse que era, das decisões do governo sobre a condução política do governo e que, por isso, dê explicações ao país do que parece ser uma condução errática” do executivo, sublinhou.

Na opinião dos bloquistas, “a responsabilidade desse desgoverno só tem uma pessoa, que é o primeiro-ministro”.

Se não tem mão nos seus ministros tem que explicar o que aconteceu, se as decisões estratégicas não passam por ele quando ele disse que passavam, tem que explicar, se afinal essas decisões passaram e ele não as assume como suas tem que explicar também o que se passa dentro do governo”, insistiu.

ARYL // SF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS