Bielorrússia: EUA apelam à Rússia para que respeite soberania do país

Os EUA apelaram hoje à Federação Russa para que respeite a soberania da Bielorrússia, depois de o presidente russo, Vladimir Putin, se ter prontificado a intervir no Estado vizinho se os protestos contra o poder “degenerarem”.

Bielorrússia: EUA apelam à Rússia para que respeite soberania do país

Bielorrússia: EUA apelam à Rússia para que respeite soberania do país

Os EUA apelaram hoje à Federação Russa para que respeite a soberania da Bielorrússia, depois de o presidente russo, Vladimir Putin, se ter prontificado a intervir no Estado vizinho se os protestos contra o poder “degenerarem”.

A porta-voz da Casa Branca, Kayleigh McEnany, afirmou aos jornalistas que “a Rússia deve (…) respeitar a soberania da Bielorrússia e o direito do seu povo a eleger os seus dirigentes de maneira livre e justa”.

Alexander Lukashenko, de 66 anos, dos quais 26 no poder na Bielorrússia, enfrenta um movimento de contestação inédito.

A crise foi desencadeada após as eleições de 09 de agosto, que segundo os resultados oficiais reconduziu o Lukashenko para um sexto mandato presidencial, com 80% dos votos.

A oposição denuncia a eleição como fraudulenta e milhares de bielorrussos saíram às ruas por todo o país para exigir o afastamento de Lukashenko.

Os protestos têm sido reprimidos pelas forças de segurança, com milhares de pessoas detidas e centenas de feridos.

RN (CSR) // JPF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS