Biden a caminho de Londres para assistir a exéquias da rainha Isabel II

O Presidente norte-americano, Joe Biden, embarcou hoje num voo para Londres para assistir às cerimónias fúnebres da rainha Isabel II, que morreu em 08 de setembro, aos 96 anos, no castelo de Balmoral, na Escócia.

Biden a caminho de Londres para assistir a exéquias da rainha Isabel II

Biden a caminho de Londres para assistir a exéquias da rainha Isabel II

O Presidente norte-americano, Joe Biden, embarcou hoje num voo para Londres para assistir às cerimónias fúnebres da rainha Isabel II, que morreu em 08 de setembro, aos 96 anos, no castelo de Balmoral, na Escócia.

O funeral de Estado, o primeiro desde a morte do ex-primeiro-ministro britânico Winston Churchill, em 1965, decorrerá na segunda-feira na Abadia de Westminster, às 11:00 locais (mesma hora em Lisboa), perante 2.000 convidados, entre os quais líderes políticos de todo o mundo.

O inquilino da Casa Branca irá prestar uma primeira homenagem à rainha Isabel II — cujo reinado foi o mais longo de um monarca britânico: 70 anos e 214 dias — no domingo, antes de participar numa receção organizada pelo novo rei, Carlos III, ao fim da tarde, indicou o Governo norte-americano.

Além de Joe Biden, entre os convidados das primeiras exéquias nacionais do Reino Unido em mais de 50 anos, que se realizam na segunda-feira, estarão o Presidente da República portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, o imperador do Japão, Naruhito, e o Presidente francês, Emmanuel Macron.

Os dirigentes da Rússia, Afeganistão, Myanmar, Síria e Coreia do Norte não foram convidados.

São esperadas centenas de milhares de pessoas nas ruas de Londres e milhões acompanharão a cerimónia pela televisão, num dia que foi decretado feriado no Reino Unido.

Biden falou na quarta-feira por telefone com o rei Carlos III e comunicou-lhe o seu “desejo de prosseguir uma relação estreita” com o novo soberano.

O Presidente dos Estados Unidos da América reunir-se-á também com a nova primeira-ministra do Reino Unido, Liz Truss, na próxima quarta-feira, à margem da Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas, em Nova Iorque.

Elizabeth Alexandra Mary Windsor nasceu em 21 de abril de 1926, em Londres, e tornou-se Rainha de Inglaterra em 1952, aos 25 anos, após a súbita morte do pai, Jorge VI, que subiu ao trono após a abdicação do irmão, Eduardo VIII, para poder casar com uma divorciada norte-americana, Wallis Simpson.

Após a morte de Isabel II, o seu filho primogénito, de 73 anos, tornou-se rei como Carlos III.

ANC // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS