BCE alerta para vaga de insolvências e pede prudência nas medidas

O vice-presidente do Banco Central Europeu alertou hoje para a possibilidade de ocorrência de uma vaga de insolvências, advertindo prudência no alivio das medidas de apoio ao setor privado.

BCE alerta para vaga de insolvências e pede prudência nas medidas

BCE alerta para vaga de insolvências e pede prudência nas medidas

O vice-presidente do Banco Central Europeu alertou hoje para a possibilidade de ocorrência de uma vaga de insolvências, advertindo prudência no alivio das medidas de apoio ao setor privado.

Lisboa, 22 mai 2021 (Lusa) — O vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), Luís de Guindos, alertou hoje, em Lisboa, para a possibilidade de ocorrência de uma vaga de insolvências, advertindo para a necessidade de prudência no alivio das medidas de apoio ao setor privado.

“A retirada de medidas tem que ser prudente, não pode ser prematura para que não ponha em causa a recuperação que está a decorrer”, afirmou Luis de Guindos, em conferência de imprensa, no encerramento de dois dias de reuniões informais dos ministros das Finanças da zona euro (Eurogrupo) e da União Europeia (Ecofin).

O responsável do BCE alertou para a possibilidade de ocorrência de uma vaga de insolvências no setor privado, notando ser necessário, numa fase posterior, circunscrever as medidas de apoio “para evitar efeitos negativos e lançar o setor privado na Europa”.

As reuniões informais do Eurogrupo e do Ecofin, que Portugal recebe no âmbito da presidência do Conselho da União Europeia, arrancaram esta sexta-feira no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, e terminam hoje.

Portugal assume a presidência do Conselho da União Europeia durante o primeiro semestre deste ano.

PE/JE/LT/ANE // ZO

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS