Autárquicas: CDS concorre a 251 concelhos e quer eleger mais autarcas que em 2017

O CDS-PP vai candidatar-se a 251 concelhos nas eleições autárquicas, ambicionando eleger mais autarcas do que em 2017, mesmo em “circunstâncias difíceis e únicas na sua história”, anunciou hoje o presidente do partido, Francisco Rodrigues dos Santos.

Autárquicas: CDS concorre a 251 concelhos e quer eleger mais autarcas que em 2017

Autárquicas: CDS concorre a 251 concelhos e quer eleger mais autarcas que em 2017

O CDS-PP vai candidatar-se a 251 concelhos nas eleições autárquicas, ambicionando eleger mais autarcas do que em 2017, mesmo em “circunstâncias difíceis e únicas na sua história”, anunciou hoje o presidente do partido, Francisco Rodrigues dos Santos.

“Terminado o prazo de apresentação das listas candidatas às eleições autárquicas, é com muito orgulho que anuncio que o CDS-Partido Popular estará presente em 251 concelhos e, portanto, um número superior ao de há 4 anos”, lê-se numa mensagem enviada à imprensa assinada pelo presidente do partido.

Francisco Rodrigues dos Santos destaca que, “entre candidaturas próprias, coligações, apoio a grupos de cidadãos eleitores”, o partido apresenta “milhares de candidatos, militantes e simpatizantes, na sequência de um notável processo de mobilização do partido, superiormente coordenado pelo coordenador autárquico Fernando Barbosa, e pelo secretário-geral Francisco Tavares”.

O líder diz ter cumprido o compromisso de aumentar a presença do partido em candidaturas locais “um pouco por todo o país”, de oferecer aos eleitores “alternativas credíveis de direita”, formando “alianças para derrotar a esquerda em muitas autarquias”, e de envolver “todo o partido, desde as estruturas locais a todos os dirigentes nacionais” que, aceitando o “repto” do presidente, “se candidatam a desempenhar funções autárquicas em todo o país”.

Francisco Rodrigues dos Santos diz ainda não ter dúvidas de que “o CDS-PP sai mais forte deste processo”, deixando uma palavra de agradecimento “aos que colaboraram, aos que somaram, aos que se empenharam, aos que se mobilizaram, aos que uniram o partido, e aos que foram à luta”, pois são “a essência do CDS-PP”.

“É a todos eles se deve o fantástico trabalho que juntos já começámos e, estou certo, dará os seus frutos no dia 26 de setembro, e provará que CDS-PP está vivo e que, mesmo em circunstâncias difíceis e únicas na sua história, vai crescer nas próximas eleições, elegendo mais autarcas do que em 2017!”, conclui.

Terminou esta semana o prazo para a entrega das listas de candidatos às eleições autárquicas, marcadas para 26 de setembro – semana que ficou também marcada pela greve dos funcionários judiciais.

Em Portugal há 308 municípios (278 no continente, 19 nos Açores e 11 na Madeira) e 3.092 juntas de freguesia (2.882 no continente, 156 nos Açores e 54 na Madeira).

ARYL (FPA) // FPA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS