ASAE apreende seis parquímetros em ação de fiscalização por todo o país

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu seis parquímetros, no valor aproximado de 66 mil euros, na sequência de uma operação de fiscalização nacional aos contadores de tempo dos instrumentos, foi hoje anunciado.

ASAE apreende seis parquímetros em ação de fiscalização por todo o país

ASAE apreende seis parquímetros em ação de fiscalização por todo o país

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu seis parquímetros, no valor aproximado de 66 mil euros, na sequência de uma operação de fiscalização nacional aos contadores de tempo dos instrumentos, foi hoje anunciado.

De acordo com um comunicado de imprensa da ASAE, “foram fiscalizados 130 operadores económicos, tendo sido instaurados oito processos de contraordenação”, destacando-se entre as principais infrações “a falta de verificação periódica em contadores de tempo utilizados no controlo do tempo”.

“Foi ainda determinada a apreensão de seis parquímetros / sistemas de gestão de estacionamento, num valor aproximado de 66.000,00 euros, por falta de controlo metrológico dos mesmos não garantindo a exatidão do resultado das medições de tempo”, refere a autoridade no comunicado divulgado hoje.

O objetivo foi averiguar a “verificação metrológica periódica exigida legalmente para os equipamentos disponibilizados pelos operadores económicos, públicos e privados” que disponibilizam estacionamento pago, como “centros comerciais, hospitais, parques subterrâneos e parquímetros de rua”.

A operação que decorreu “nas últimas semanas”, segundo a ASAE, visou a “fiscalização do controlo metrológico dos instrumentos de medição (IM), concretamente aos contadores de tempo utilizados nos equipamentos destinados ao sistema de gestão de parque de estacionamento ou em parquímetros”.

“A ASAE continuará a desenvolver ações de fiscalização, no âmbito das suas competências, em todo o território nacional, em prol de uma sã e leal concorrência entre operadores económicos e na defesa do consumidor e dos cidadãos em geral”, conclui aquela autoridade, no comunicado.

JE // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS