Argélia ameaça rescindir contrato de exportação de gás com Espanha

A Argélia advertiu hoje Espanha que qualquer desvio do gás exportado, “cujo destino não seja outro do que o previsto no contrato”, significará uma violação contratual, segundo o Ministério das Minas e Energia argelino.

Argélia ameaça rescindir contrato de exportação de gás com Espanha

Argélia ameaça rescindir contrato de exportação de gás com Espanha

A Argélia advertiu hoje Espanha que qualquer desvio do gás exportado, “cujo destino não seja outro do que o previsto no contrato”, significará uma violação contratual, segundo o Ministério das Minas e Energia argelino.

A informação foi adiantada pela agência oficial do país do norte de África.

O ministro das Minas e Energia argelino, Mohamed Arkab, referiu num comunicado que foi hoje notificado “por mensagem eletrónica, pela sua homóloga espanhola, Teresa Ribera, da decisão de Espanha de autorizar a exploração, em fluxo inverso, do Gasoduto Magrebe-Europa (GME)”.

O GME, que fornecia gás argelino a Espanha e Portugal através do território marroquino, foi encerrado em outubro de 2021, quando expirou o contrato de 25 anos, em plena tensão entre Argélia e Marrocos.

A Argélia adiantou que a “operação (solicitada pela Espanha para o uso do GME) vai ser realizada hoje ou amanhã [sexta-feira]”.

“As quantidades de gás natural argelino entregues a Espanha, cujo destino não seja outro do que o previsto nos contratos, vão ser consideradas uma violação dos compromissos contratuais e, portanto, poderão levar ao incumprimento do contrato que vincula a Sonatrach [empresa petrolífera estatal da Argélia] aos seus clientes espanhóis”, acrescentou.

A Argélia é o principal fornecedor de gás a Espanha, uma fonte de energia fundamental num momento em que a crise do conflito russo-ucraniano levou a União Europeia (UE) a considerar suspender as suas compras de gás à Rússia.

JML // PDF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS