Apoio à redução total de horários para empresas com perdas superiores a 75%

Apenas as empresas que registem quebras de faturação superiores a 75% vão poder beneficiar do apoio do Governo relativo à redução total de horários de trabalho, avançou hoje a ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho.

Apoio à redução total de horários para empresas com perdas superiores a 75%

Apoio à redução total de horários para empresas com perdas superiores a 75%

Apenas as empresas que registem quebras de faturação superiores a 75% vão poder beneficiar do apoio do Governo relativo à redução total de horários de trabalho, avançou hoje a ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho.

Apenas as empresas que registem quebras de faturação superiores a 75% vão poder beneficiar do apoio do Governo relativo à redução total de horários de trabalho, avançou hoje a ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho.

A governante falava aos jornalistas antes de entrar na reunião da Comissão Permanente de Concertação Social (CPCS) que tem na ordem de trabalhos a situação decorrente da covid-19 e o Plano de Recuperação e Resiliência, contando com a presença o ministro do Planeamento.

“O objetivo é apoiar o emprego e apoiar a manutenção nos postos de trabalho nas empresas que estejam neste momento com mais dificuldade na retoma da atividade, com maior quebra de faturação, ou seja, aquelas que têm quebra de atividade acima dos 75%”, disse Ana Mendes Godinho.

Para a ministra do Trabalho, a intenção da medida, que irá ser hoje analisada pelos parceiros, é assim “apoiar empresas com grandes quebras de faturação e que não estejam a conseguir recuperar com o grande objetivo de manter emprego, apoiar a formação e garantir os rendimentos dos trabalhadores”.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS