Aparentemente tudo correu bem e sem incidentes nas eleições na Guiné-Bissau

O chefe da missão de observação eleitoral da União Africana às eleições presidenciais da Guiné-Bissau, Rafael Branco, disse hoje, após o encerramento das urnas, que “aparentemente tudo corre bem” e agora há que esperar pelos resultados.

Aparentemente tudo correu bem e sem incidentes nas eleições na Guiné-Bissau

Aparentemente tudo correu bem e sem incidentes nas eleições na Guiné-Bissau

O chefe da missão de observação eleitoral da União Africana às eleições presidenciais da Guiné-Bissau, Rafael Branco, disse hoje, após o encerramento das urnas, que “aparentemente tudo corre bem” e agora há que esperar pelos resultados.

“Aparentemente tudo correu bem sem incidentes e problemas de qualquer tipo. É a continuação dos bons sinais que o povo guineense nos envia pela ocasião das eleições. Agora vamos esperar”, disse Rafael Branco, antigo primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe.

Rafael Branco assistiu ao encerramento das urnas numa mesa de assembleia de voto no bairro de Cuntum, em Bissau.

Mais de 760.000 guineenses foram hoje chamados às urnas para escolherem o próximo Presidente da Guiné-Bissau entre Domingos Simões Pereira, candidato do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), e Umaro Sissoco Embaló, candidato do Movimento para a Alternância Democrática (Madem-G15).

Os primeiros resultados deverão ser divulgados pela Comissão Nacional de Eleições na quarta-feira.

MSE // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS