Altice Portugal e associações sindicais assinaram hoje Acordo Coletivo de Trabalho

A Altice Portugal e as associações sindicais assinaram hoje a revisão do Acordo Coletivo de Trabalho, anunciou a dona da Meo, destacando o culminar de um processo de negociação feito em “condições difíceis” devido ao contexto da covid-19.

Altice Portugal e associações sindicais assinaram hoje Acordo Coletivo de Trabalho

Altice Portugal e associações sindicais assinaram hoje Acordo Coletivo de Trabalho

A Altice Portugal e as associações sindicais assinaram hoje a revisão do Acordo Coletivo de Trabalho, anunciou a dona da Meo, destacando o culminar de um processo de negociação feito em “condições difíceis” devido ao contexto da covid-19.

“Mais uma vez, na história da empresa, a revisão do ACT é assinada em pleno pelas associações sindicais, confirmando o compromisso da Comissão Executiva da Altice Portugal no diálogo com as estruturas de representação dos trabalhadores, mesmo em condições difíceis como as que o estado de pandemia tem imposto”, refere a Altice na nota enviada hoje.

Para a empresa, este entendimento “reflete o esforço conjunto na melhoria das condições e regimes de trabalho, bem como a prossecução de princípios e valores no domínio da estabilidade e motivação laboral”.

Das diversas medidas que contemplam o novo ACT, a Altice destaca as melhorias nas condições salariais dos trabalhadores com remunerações mais reduzidas, o reforço dos compromissos com a parentalidade e apoio à família, melhorias financeiras em alguns regimes de trabalho mais penoso e a premiação da antiguidade com dispensa ao trabalho.

O aumento do subsídio de refeição e o reforço de pontes de diálogo com as Associações Sindicais respeitantes a matérias específicas são também destacadas pela Altice.

“O diálogo social faz parte dos pilares chave da estratégia da Altice Portugal, sendo clara e inequívoca a aposta da empresa nos trabalhadores, a gestão responsável de recursos humanos e a visão estratégica para o negócio em que opera”, refere.

No início do mês, o Sindicato Nacional dos Trabalhadores das Telecomunicações e Audiovisual (SINTAV) reconheceu melhorias com a revisão do ACT da Altice Portugal, mas sublinhou que o resultado final fica aquém dos objetivos, pelo que quer avanços em 2021.

“Face às dificuldades impostas ao longo do processo negocial da revisão do ACT, nomeadamente a partir da declaração de Pandemia pela Covid-19, assumimos que o resultado final alcançado fica aquém dos nossos objetivos, mas garantimos avanços, melhoria no ACT”, referiu, na altura, em comunicado.

O SINTAV recorda que foi o terceiro processo negocial (2016, 2018 e 2020) “em que os trabalhadores não têm perdas, apesar de a Altice se manter muito focada em evitar acréscimo de custos com o fator trabalho”.

“Infelizmente, nestas negociações não conseguimos aumentos salariais generalizados, como aconteceu em 2018”, lamentou ainda o sindicato, referindo que este será o ponto de partida para as negociações em 2021.

 

ICO // MSF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS