Alemanha vai desembolsar 63 ME para projetos de desenvolvimento em Moçambique

O Governo da Alemanha vai desembolsar um donativo de 63 milhões de euros para apoiar projetos de desenvolvimento económico e social em Moçambique, anunciou hoje a embaixada daquele país europeu em Maputo.

Alemanha vai desembolsar 63 ME para projetos de desenvolvimento em Moçambique

Alemanha vai desembolsar 63 ME para projetos de desenvolvimento em Moçambique

O Governo da Alemanha vai desembolsar um donativo de 63 milhões de euros para apoiar projetos de desenvolvimento económico e social em Moçambique, anunciou hoje a embaixada daquele país europeu em Maputo.

“Destes fundos, aproximadamente 33 milhões de euros serão canalizados para o setor de educação e de ensino técnico e profissional, 15 milhões de euros para a reabilitação de infraestruturas municipais na província de Sofala e 15 milhões de euros para o setor de energia”, refere um comunicado da embaixada da Alemanha em Maputo.

O valor destinado à educação será desembolsado para o Fundo de Apoio ao Setor da Educação, uma das iniciativas do Governo de Moçambique e que conta com o apoio alemão há anos.

“No setor de energia, os fundos serão dedicados à instalação do “Centro Nacional de Despacho”, que permitirá que a empresa Eletricidade de Moçambique assuma controlo total sobre a rede de energia nacional”, acrescenta o comunicado.

O acordo para o desembolso do valor foi assinado hoje pela ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Moçambique, Verónica Macamo, e pelo embaixador da Alemanha em Moçambique, Lothar Freischlader.

“Esta ajuda financeira vai contribuir igualmente para a concretização de projetos municipais, uma área que preocupa o governo por causa dos desafios ligados a prestação de serviços em zonas urbanas que registam um crescimento demográfico acelerado”, disse a chefe da diplomacia moçambicana, durante a assinatura do acordo.

Dados avançados pela embaixada da Alemanha em Maputo indicam que, entre 2009 e 2020, aquele país europeu disponibilizou a Moçambique cerca de 830 milhões de euros para apoiar iniciativas de desenvolvimento social e económico.

EYAC // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS