Agostinho Vuma reeleito para presidente da principal associação patronal moçambicana

Agostinho Vuma foi reeleito presidente da Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA), principal organização patronal do país, disse hoje à Lusa fonte da organização.

Agostinho Vuma reeleito para presidente da principal associação patronal moçambicana

Agostinho Vuma reeleito para presidente da principal associação patronal moçambicana

Agostinho Vuma foi reeleito presidente da Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA), principal organização patronal do país, disse hoje à Lusa fonte da organização.

Vuma, da lista A, venceu com 68 votos (59%), contra 47 votos (41%) de Álvaro Massinga, um dos seus vice-presidentes, avançou a fonte.

Álvaro Massinga concorreria pela lista B, dando a cara pela Câmara de Comércio de Moçambique.

“A partir deste momento estamos todos unidos e implacáveis para retomar a nossa marcha na remoção de barreiras ao negócio em Moçambique”, declarou à imprensa Agostinho Vuma, no seu primeiro discurso, minutos depois do anúncio dos resultados, na quinta-feira, em Maputo.

Agostinho Vuma vai liderar pela segunda vez os patrões moçambicanos, sob o lema “Pela melhoria do ambiente de negócios, somos um”, tendo sido eleito presidente da CTA pela primeira vez em maio de 2017.

“Serei um presidente de todos os membros da CTA, como tem sido apanágio. Serei um presidente interessado e empenhado na segurança do património e da pessoa empresarial em Moçambique”, afirmou Agostinho Vuma.

O dirigente é também deputado da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo), partido no poder.

Em julho deste ano, Vuma foi alvejado e ferido ao sair do seu escritório, na baixa da capital, num caso ainda por esclarecer.

A nova equipa diretiva da CTA vai ter um mandato mais longo, uma vez que a revisão dos estatutos prevê que este passe de três para quatro anos.

A CTA agrega 140 membros entre federações setoriais, câmaras de comércio e associações empresariais, estando representada em todas as 11 províncias do país.

LYN (LFO) // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS