Afeganistão: Talibãs advertem contra insurgência e convocam as forças armadas do país

Os talibãs advertiram hoje contra qualquer tentativa de insurgência contra o domínio do grupo extremista e convocaram as forças armadas do ex-governo afegão a juntarem-se às tropas talibãs nos novos serviços de segurança do Afeganistão.

Afeganistão: Talibãs advertem contra insurgência e convocam as forças armadas do país

Afeganistão: Talibãs advertem contra insurgência e convocam as forças armadas do país

Os talibãs advertiram hoje contra qualquer tentativa de insurgência contra o domínio do grupo extremista e convocaram as forças armadas do ex-governo afegão a juntarem-se às tropas talibãs nos novos serviços de segurança do Afeganistão.

Os talibãs advertiram hoje contra qualquer tentativa de insurgência contra o domínio do grupo extremista e convocaram as forças armadas do ex-governo afegão a juntarem-se às tropas talibãs nos novos serviços de segurança do Afeganistão. “O Emirado Islâmico é muito sensível a insurgências. Qualquer um que tentar criar atos de insurgência será severamente reprimido”, disse Zabihullah Mujahid, porta-voz dos talibãs, numa conferência de imprensa.

“As forças afegãs formadas nos últimos 20 anos serão convocadas a juntarem-se aos serviços de segurança ao lado dos talibãs”, anunciou ainda.

Esta madrugada, os talibãs anunciaram que haviam assumido o controlo total do vale do Panjshir, a 80 quilómetros ao norte de Cabul, último foco de oposição armada contra o grupo extremista desde que este tomou o poder no Afeganistão.

“Com esta vitória, nosso país está completamente fora da guerra”, disse Mujahid num comunicado.

“Quem pegar em armas e lançar uma nova resistência será, sem dúvida, nosso inimigo. A guerra acabou, o país está a sair da crise. Agora é a hora da paz e da reconstrução. Precisamos do apoio do povo”, declarou Mujahid à imprensa. O porta-voz também prometeu aos residentes do vale do Panjshir que estariam seguros e não seriam discriminados e garantiu que a eletricidade e as telecomunicações seriam restauradas sem demora na província.

A Frente Nacional de Resistência do Afeganistão (NRF) que combate contra os talibãs na província afegã do Panjshir negou hoje o controlo da região pelas forças do Emirado Islâmico e assegura que os combates continuam.

“A afirmação dos talibãs sobre a ocupação do Panjshir é falsa. As forças da NRF estão presentes em todas as posições estratégicas do vale para continuarem a luta”, indicou hoje o movimento através de uma mensagem publicada na rede social Twitter.

Em relação ao novo Governo afegão, cuja composição era inicialmente prevista para ser revelada na sexta-feira passada, Mujahid garantiu que o anúncio será feito “nos próximos dias”.

“As últimas decisões foram tomadas, estamos a trabalhar nas questões técnicas. Anunciaremos o novo governo assim que essas questões técnicas forem resolvidas”, declarou Mujahid.

Os talibãs controlam Cabul e as 34 províncias do Afeganistão, excetuando bolsas de resistência armada no vale do Panjshir, desde o dia 15 de agosto.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS