Afeganistão: Missão “plenamente sucedida” permite que Portugal saia de “cabeça erguida” – PR

O PR considerou hoje que, com a missão “plenamente sucedida” que permitiu retirar 58 cidadãos afegãos de Cabul, Portugal “sai de cabeça erguida” do Afeganistão.

Afeganistão: Missão

Afeganistão: Missão “plenamente sucedida” permite que Portugal saia de “cabeça erguida” – PR

O PR considerou hoje que, com a missão “plenamente sucedida” que permitiu retirar 58 cidadãos afegãos de Cabul, Portugal “sai de cabeça erguida” do Afeganistão.

Lisboa, 27 ago 2021 (Lusa) — O Presidente da República considerou hoje que, com a missão “plenamente sucedida” que permitiu retirar 58 cidadãos afegãos de Cabul, Portugal “sai de cabeça erguida” do Afeganistão, tendo cumprido um “princípio moral”.

“Portugal sai de cabeça erguida daquilo que era o cumprimento de um princípio moral. Quem esteve connosco sempre, em situações difíceis, merecia que nós estivéssemos com eles e elas na situação mais difícil da sua vida, que é a situação de assistir ao drama a que se assiste com o povo afegão”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa.

O Presidente da República falava na Base Aérea de Figo Maduro, no aeroporto de Lisboa, onde recebeu, com o ministro da Defesa, os quatro militares portugueses que tinham sido destacados para o aeroporto de Cabul e os 24 primeiros cidadãos afegãos que irão ficar no país.

Os 24 cidadãos afegãos que trabalharam com as Forças Nacionais Destacadas portuguesas para o Afeganistão, assim como os seus familiares, chegaram hoje, por volta das 21:15, ao aeroporto de Lisboa, no âmbito da missão de resgate que foi levada a cabo por quatro militares portugueses que estiveram em Cabul.

No total, segundo o ministro da Defesa, terão sido retirados 58 cidadãos afegãos que deverão chegar a Portugal entre hoje, sábado e domingo.

Os quatro militares portugueses encontravam-se em Cabul desde quarta-feira de madrugada, tendo como missão apoiar a retirada de cidadãos afegãos do país.

TA // CC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS