Afeganistão: Alemanha e Países Baixos concluíram processos de evacuação

A Alemanha e os Países Baixos anunciaram hoje que concluíram os processos de evacuação do Afeganistão e a Itália disse que terminará os voos de retirada de cidadãos nas próximas horas.

Afeganistão: Alemanha e Países Baixos concluíram processos de evacuação

Afeganistão: Alemanha e Países Baixos concluíram processos de evacuação

A Alemanha e os Países Baixos anunciaram hoje que concluíram os processos de evacuação do Afeganistão e a Itália disse que terminará os voos de retirada de cidadãos nas próximas horas.

“Nas próximas horas, terminarão as operações de evacuação. Agora, é altura de passar para a fase dois, com uma perspetiva de curto e médio prazo, ordenada, estruturada e estratégica”, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros italiano, Luigi Di Maio.

A diplomacia holandesa anunciou hoje que realizou nas últimas horas o voo final de evacuação de Cabul, respondendo ao pedido das forças militares norte-americanas, para deixarem o aeroporto da capital afegã, palco de um ataque que provocou hoje mais de uma dezena de mortes e várias dezenas de feridos.

“O compromisso com os aliados internacionais continua, agora, a ser apoiar o povo afegão”, disse Sigrid Kaag, ministra dos Negócios Estrangeiros dos Países Baixos.

Também o Governo alemão anunciou que concluiu o processo de retirada dos seus soldados e do pessoal diplomático do Afeganistão.

A ministra da Defesa alemã, Annegret Kramp-Karrenbauer, divulgou um comunicado em que anunciou que foram já retirados “todos os soldados, membros do Ministério dos Negócios Estrangeiros e da polícia federal” que se encontravam em Cabul.

Kramp-Karrenbauer mostrou-se “aliviada” pelo facto de saber que os soldados alemães tinham saído do Afeganistão, “depois de terem deixado o espaço aéreo afegão em segurança”.

A ministra aproveitou para recordar que a Alemanha retirou de Cabul 5.347 pessoas de pelo menos 45 países, desde 16 de agosto, na sua operação de evacuação do Afeganistão.

“Os ataques que testemunhámos esta tarde (…) mostram claramente que uma extensão da operação em Cabul não seria possível”, sublinhou Kramp-Karrenbauer.

RJP // PDF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS