O plástico das embalagens está tornar os pénis deformados e mais pequenos

O plástico das embalagens está tornar os pénis deformados e mais pequenos

O uso de plásticos tem sido um tema muito abordado nos últimos tempo, mas não por esta razão. Agora, um novo estudo mostra que a presença de plásticos está a deformar o pénis

Os professores Andrew Pask e Mark Green, da Universidade de Melbourne, garantem, num estudo que se está a tornar polémico, que o número de deformidades do pénis tem vindo a duplicar nos último anos, tudo devido ao uso de plásticos.

Coisas tão simples como produtos de limpezas, embalagens de alimentos ou até de produtos de beleza contêm talatos, BPA e parabenos. Estas substâncias químicas são, segundo os investigadores, culpados por deformações presentes nos pénis dos bebés que nascem nos últimos anos.

Os cientistas chegaram a esta conclusão através do cruzamento de dados de humanos e animais expostos aos químicos nocivos.

A motivação deste estudo era encontrar uma anomalia denominada de hipospadia. Neste doença, a abertura do pénis encontra-se na parte inferior ao invés de na ponta.

LEIA MAIS: Estudo revela que T-shirts às riscas fazem mal à saúde

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

O plástico das embalagens está tornar os pénis deformados e mais pequenos

O uso de plásticos tem sido um tema muito abordado nos últimos tempo, mas não por esta razão. Agora, um novo estudo mostra que a presença de plásticos está a deformar o pénis