PJ detém vários funcionários das Finanças, SEF e Segurança Social

Mais de 200 inspetores estão, na manhã desta terça-feira, no terreno.

PJ detém vários funcionários das Finanças, SEF e Segurança Social

PJ detém vários funcionários das Finanças, SEF e Segurança Social

Mais de 200 inspetores estão, na manhã desta terça-feira, no terreno.

A Polícia Judiciária está, na manhã desta terça-feira, a levar a cabo uma megaoperação que visa desmantelar uma rede criminosa que opera entre as várias entidades do Estado. De acordo com a TVI24, a Polícia Judiciária está a realizar buscas e a efetuar várias detenções na sequência de uma investigação que já durava há três anos.

LEIA DEPOIS
Previsão do tempo para terça-feira, 15 de outubro

O mesmo órgão de informação avança que em causa estão crimes de associação criminosa, corrupção ativa e passiva e auxílio à imigração ilegal e falsificação de documentos. Até ao momento, na cidade de Lisboa, já foram detidas mais de 20 pessoas estando entre elas dois funcionários da Autoridade Tributária e Aduaneira, dois da Segurança Social, uma inspetora do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e três advogados.

Suspeitos aceitavam subornos para avançarem com legalização de imigrantes

Segundo a TVI24, os detidos são suspeitos de aceitarem subornos para avançarem com a legalização de imigrantes que chegam a Portugal e que acabam por se envolver nas malhas do tráfico sexual e exploração laboral. Os detidos manipulavam, informaticamente, informações relativas aos imigrantes tais como contratos de trabalho e autorizações de residência.

Esta rede utilizava Portugal como porta de entrada para a Europa que ao acederem ao continente podiam depois circular pelos países do  Espaço Schengen.

LEIA MAIS

Japão. Número de mortos do tufão Hagibis sobe para 67

Cristiano Ronaldo chega aos 700 golos

 

Impala Instagram


RELACIONADOS