Paris arranca 2.ª feira com limite de 30km/hora na maioria das ruas

Paris começa a aplicar esta segunda-feira um limite de velocidade de 30 quilómetros por hora no tráfego na maioria das suas ruas para aumentar a segurança e qualidade de vida na cidade.

Paris arranca 2.ª feira com limite de 30km/hora na maioria das ruas

Paris arranca 2.ª feira com limite de 30km/hora na maioria das ruas

Paris começa a aplicar esta segunda-feira um limite de velocidade de 30 quilómetros por hora no tráfego na maioria das suas ruas para aumentar a segurança e qualidade de vida na cidade.

Segundo avança hoje a agência de notícias espanhola Efe, apenas em algumas ruas principais da capital parisiense vai ser possível conduzir até ao máximo de 50 quilómetros por hora (km/h). O limite de 70 km/h vai manter-se para as estradas da faixa periférica.

A redução da velocidade para 30 km/h visa diminuir os acidentes, mas também reduzir os níveis de poluição atmosférica e de ruído na cidade.

Na edição de hoje, o jornal francês Le Parisien divulga o resultado de uma sondagem realizada este mês e onde se conclui que 61% dos parisienses estão a favor da limitação a 30 km/h e que 71% dos inquiridos acreditam que a medida aumentará a segurança, principalmente dos “mais vulneráveis, como as crianças, seniores e ciclistas”.

A maioria também acredita que a medida pode ajudar a combater as alterações climáticas e diminuir a poluição sonora.

Apenas 34% dos habitantes da capital francesa possuem carro, ou seja, grande parte dos carros que circulam nas ruas são de moradores da periferia que vão trabalhar ou em busca de lazer e serviços.

A sondagem foi realizada a 1.008 pessoas, automobilistas e não automobilistas, entre o dia 20 e 24 de agosto, refere o Le Parisien.

Esta decisão junta-se a outras medidas tomadas nos últimos anos para limitar a velocidade de circulação no trânsito, principalmente no centro de Paris. O objetivo é abrir cada vez mais a cidade de ruas estreitas às pessoas que prefiram andar a pé, bicicleta ou patins.

O encerramento ao trânsito das vias do cais do Sena em 2016, a criação de 60 quilómetros de ciclovias, a supressão de 60 mil lugares de estacionamento na cidade, são alguma das medidas tomadas nos últimos anos.

Paris tem também em estudo o encerramento do centro histórico para carros particulares de não residentes, inicialmente previsto para 2022, mas que pode ser adiado por um ano.

A redução da velocidade tem recebido críticas das associações de motoristas.

CCM // EA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS