Padre de Massamá suspenso por suspeitas de abuso sexual de menores

Padre estava na paróquia há 30 anos. Queixa foi feita à Comissão Diocesana de Proteção de Menores do Patriarcado de Lisboa.

Padre de Massamá suspenso por suspeitas de abuso sexual de menores

Padre de Massamá suspenso por suspeitas de abuso sexual de menores

Padre estava na paróquia há 30 anos. Queixa foi feita à Comissão Diocesana de Proteção de Menores do Patriarcado de Lisboa.

O padre da paróquia de Massamá, em Lisboa, está a ser investigado pelo Ministério Público e foi suspenso de funções depois de ter sido alvo de uma queixa por abuso sexual sobre menores, informou esta sexta-feira o Patriarcado de Lisboa. O pároco,  que também teve funções de juiz no tribunal patriarcal, trabalhava naquela paróquia há três décadas.

A queixa havia sido enviada à Comissão Diocesana de Proteção de Menores do Patriarcado de Lisboa, ainda antes de ter sido criada a Comissão Independente que agora investiga os abusos sexuais no seio da Igreja Católica. “Tendo procedido de imediato a uma investigação prévia da acusação, a mesma foi enviada para o Dicastério da Doutrina da Fé e em seguida para o Ministério Público”, pode ler-se em comunicado.

O Patriarcado esclarece, ainda, que “o sacerdote em causa suspendeu o exercício do ministério pastoral na comunidade que lhe estava confiada, aguardando o apuramento da verdade”. “O caso segue os seus trâmites e encontra-se em segredo de justiça no foro canónico, assim como no Ministério Público”, indica a mesma nota.

O Patriarcado diz-se “disponível para acompanhar as vítimas que assim o desejarem” e “renova o seu compromisso em tudo fazer para erradicar esta dramática realidade dos abusos de menores”.

Foto: D.R.

Impala Instagram


RELACIONADOS