O vírus está a perder força? «Vamos ter de aguardar por mais estudos»

Relativamente ao facto de alguns estudos darem conta de que o vírus está a perder força, Graça Freitas responde que é preciso olhar para os mesmos «com cautela».

O vírus está a perder força? «Vamos ter de aguardar por mais estudos»

O vírus está a perder força? «Vamos ter de aguardar por mais estudos»

Relativamente ao facto de alguns estudos darem conta de que o vírus está a perder força, Graça Freitas responde que é preciso olhar para os mesmos «com cautela».

Na conferência de imprensa desta terça-feira, Graça Freitas voltou a ser questionada sobre o regresso já esta quarta-feira do campeonato de futebol e como será feito o controlo de segurana. A diretora-geral da Saúde pede que se «mantenham regras de distanciamento físico, regras de proteção de barreira, se for caso disso, usando máscara e não partilhando objetos».

Graça Freitas voltou a frisar  que «foi uma dura conquista existir futebol no nosso país, apelando  «ao sentido cívico” dos adeptos.

LEIA DEPOIS
Ex-Benfica assume problemas com jogo: «Perdi quase tudo»

Quanto ao facto de existirem mais casos na região de Lisboa e Vale do Tejo, a diretora-geral da Saúde começa por dizer que « testagem não tem sido simétrica e igual em todo o país», razão que pode explicar os números de positivos da covid-19 nesta zona. «Se testamos mais pessoas, encontramos mais pessoas positivas», sublinha.

Relativamente ao facto de alguns estudos darem conta de que o vírus está a perder força, Graça Freitas responde que é preciso «olhar para os estudos com cautela». Muitos deles «descrevem uma situação e não procuram uma associação causal ou explicativa. Vamos de esperar por mais estudos, sobre o vírus e as suas alterações genéticas».

Transmissão comunitária

Sobre a transmissão comunitária, Graça Freitas dá conta de que a região Norte ainda tem transmissão comunitária;  a zona Centro tem focos muito pequenos e localizados. A região de Lisboa e Vale do Tejo ainda tem transmissão comunitária, focos localizados em empresas, lares, e obras. Já o «Alentejo e Algarve só tem pequenos focos — até há dias que não têm nenhum. E a Madeira e os Açores consideraram que tem apenas transmissão esporádica».

Em Portugal, nas últimas 24 horas, morreram mais 12 pessoas e foram confirmados mais 195 casos da covid-19. Segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), desta terça-feira, 2 de junho, há agora no País 32.895 infetados e 1.436 casos mortais. Há ainda a registar 19.869 pacientes recuperados, mais 317.

Texto: Carla S. Rodrigues

LEIA MAIS
Cascais acaba com vendas de bebidas alcoólicas nas gasolineiras depois das 20h
GNR vai fiscalizar explorações agrícolas para prevenir tráfico humano

1 – Aceda a www.lojadasrevistas.pt

2 – Escolha a sua revista

3 – Clique em COMPRAR ou ASSINAR

4 – Clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA

5 – Introduza os seus dados e escolha o método de pagamento

6 – Pode pagar através de transferência bancária ou através de MB Way!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS