O crescimento da indústria dos videojogos

Desde o seu aparecimento, no início dos anos 90, os videojogos tem-se tornado cada vez mais populares. As gerações mais novas, principalmente, ficaram fascinadas com todas as possibilidades que estes jogos oferecem e com as suas crescentes melhorias

O crescimento da indústria dos videojogos

O crescimento da indústria dos videojogos

Desde o seu aparecimento, no início dos anos 90, os videojogos tem-se tornado cada vez mais populares. As gerações mais novas, principalmente, ficaram fascinadas com todas as possibilidades que estes jogos oferecem e com as suas crescentes melhorias

Se quer entender o porquê do crescimento da indústria dos videojogos, acompanhe o nosso artigo. Recomendamos também que explore um tipo diferente de jogos, os casinos online dinheiro real.

Para não perder nenhuma novidade, siga os conselhos da especialista Victoria Oliveira, você pode ver o perfil dela aqui.

O princípio

Apesar das suas bases terem surgido na longínqua década de 1950, os videojogos como os conhecemos atualmente só se tornaram populares na última década do século passado.

Não podíamos deixar de referir duas datas muito importantes nesta temática: 1998, ano em que é lançado o Game Boy Color, e 2000, ano em que é lançada a PlayStation 2. Estas duas consolas são as principais responsáveis pela massificação dos videojogos.

Anos mais tarde, e com a evolução da tecnologia, os jogos para computador começaram a ficar cada vez mais populares. Para isso contribuíram plataformas como a Steam, lançada em 2003, que permite a compra e download de jogos de forma totalmente digital.

Atualmente

Nos dia de hoje, tanto os videojogos de consola, como de computador são muito populares. Existem, inclusive, vários jogos multiplataforma, que permitem aos jogadores de PC jogar com os de consola e vice-versa.

Os números também não pararam de crescer: em 2020, estima-se um valor de mercado para esta indústria de 159.3 biliões de dólares. Não é por acaso que é considerada a indústria de entretenimento mais lucrativa do mundo.

Um dos grandes fatores para a expansão dos videojogos é a influência dos eSports. Estes consistem em competições, online ou presenciais, de vários jogos. Existem equipas e jogadores profissionais destes desportos e os torneios podem render milhões de euros.

Em Portugal, por exemplo, a Federação Portuguesa de Futebol criou a sua própria liga de FIFA e PES, enquanto que a RTP investiu em conteúdos dedicados a estas competições.

A divulgação também contribuiu muito para a ascensão dos videojogos. Ao contrário de muitas outras indústrias, as produtoras de videojogos perceberam que seria muito benéfico caso pudesse haver partilha de alguns conteúdos na internet. Assim, plataformas como, por exemplo, a Twitch, estão repletas de streams onde é possível ver pessoas a jogar e comentar certo jogo em tempo real.

O futuro

Como é óbvio, é muito difícil de prever os próximos anos de uma indústria em constante mudança. Ainda assim, estas são algumas das variantes sobre as quais vais ouvir falar nos próximos anos:

Mobile

Os smartphones estão cada vez mais potentes. Há alguns anos atrás seria impensável ter tanta capacidade de processamento na palma das nossas mãos.

Desta forma, a indústria dos jogos para dispositivos móveis tem crescido a passos largos. Quase toda a população tem um destes aparelhos, o que torna fácil o progresso da indústria.

Nos próximos anos, e com a ainda maior evolução dos telemóveis, adivinha-se que esta tendência se torne ainda mais notória.

Realidade Virtual

A realidade virtual já tem vindo a ser ensaiada desde há muitas décadas. Contudo, só recentemente se conseguiu criar aparelhos relativamente apelativos.

Esta nova realidade tem cada vez mais pessoas a jogar os seus videojogos e supõe-se que no futuro, com a melhoria dos sistemas, existam mais e mais utilizadores.

Cloud

Jogar diretamente da nuvem já é uma realidade. Apesar dos serviços não serem perfeitos, já é possível desfrutar dos jogos sem ter de comprar qualquer consola ou de instalar qualquer programa.

Como não há a necessidade de vender nenhum hardware, esta forma de jogar poderá ser muito utilizada no futuro.

Conclusão

A indústria dos videojogos tem vindo a reinventar-se e vai continuar a crescer nos próximos anos. Boas partidas!

Impala Instagram


RELACIONADOS