Número de mortos em desabamento de prédio no Brasil volta a subir

Número de mortos em desabamento de prédio no Brasil volta a subir

O número de mortos no desabamento de dois edifícios, na sexta-feira, no Rio de Janeiro, Brasil, subiu para 16, depois de os bombeiros terem hoje encontrado o corpo de uma criança nos escombros, avança a imprensa local.

O número de mortos no desabamento de dois edifícios, na sexta-feira, no Rio de Janeiro, Brasil, subiu para 16, depois de os bombeiros terem hoje encontrado o corpo de uma criança nos escombros, avança a imprensa local. Dos 16 mortos, 14 foram localizados nos destroços e as outras duas vítimas morreram nos hospitais.

Oito pessoas continuam desaparecidas e três feridos permanecem internados em hospitais.

Hoje, quinto dia de buscas, estão envolvidos nas operações mais de 100 profissionais que atuam com equipas cinotécnicas e auxílio de ‘drones’, helicópteros e diversos equipamentos especializados. A zona em que os dois prédios desabaram, na sexta-feira, faz parte de um complexo de comunidades pobres da zona oeste do Rio de Janeiro, que estão sob o controlo de grupos criminosos.

Estes seriam responsáveis pela construção e venda destes imóveis, construídos ilegalmente, e que já terão cerca de 30 mil habitantes.

Não há explicação oficial para as causas do desabamento, mas o bairro de Muzema está localizado numa das áreas mais atingidas por fortes chuvas que afetaram o Rio de Janeiro na segunda semana de abril e provocaram 10 mortos.

Há suspeitas de que as chuvas possam estar na origem do desabamento, já que houve grande concentração de águas e deslocamento de terras na zona em que estavam os prédios.

LEIA MAIS

Previsão do tempo para quarta-feira, 17 de abril

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Número de mortos em desabamento de prédio no Brasil volta a subir

O número de mortos no desabamento de dois edifícios, na sexta-feira, no Rio de Janeiro, Brasil, subiu para 16, depois de os bombeiros terem hoje encontrado o corpo de uma criança nos escombros, avança a imprensa local.