Mulheres atingidas com arma de pressão de ar em Sintra

Três mulheres de 17, 45 e 62 anos foram atingidas com tiros de armas de pressão de ar, esta semana, na zona de Sintra.

Mulheres atingidas com arma de pressão de ar em Sintra

Mulheres atingidas com arma de pressão de ar em Sintra

Três mulheres de 17, 45 e 62 anos foram atingidas com tiros de armas de pressão de ar, esta semana, na zona de Sintra.

Três mulheres foram atingidas em dias diferentes ao longo desta semana. Os disparos ocorreram na zona de Ouressa, Mem Martins, no concelho de Sintra.

As vítimas foram assistidas no Hospital Fernando da Fonseca com ferimentos nas nádegas (duas delas) e num braço.

LEIA MAIS: Jovem aponta arma à cabeça da professora

A jovem de 17 anos ia a caminho da escola secundária, enquanto as restantes caminhavam no passeio. A familiar de uma das vítimas fez um apelo nas redes sociais para alertar as pessoas. A jovem partilhou o testemunho da avó. «Ontem a minha avó levou um tiro em plena luz do dia», começa por contar a neta. A avó encontrava-se a fazer uma caminhada, quando surge «um carro preto com vidros escuros que dispara na sua direção».

LEIA MAIS: Jovem de 16 anos morreu por ferimentos causados por disparos de soldados israelitas

O caso está a ser agora investigado pelas autoridades.

Criminalidade em Portugal

Criminalidade geral em Portugal aumenta 3,3% e crimes violentos e graves diminuem 8,7%. Os dados são avançados pelo Relatório Anual de Segurança Interna e são referentes a 2017. O aumento da criminalidade geral em 3,3% deveu-se a terem sido cometidos mais crimes de moeda falsa, incêndio florestal e burlas.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS