Corta pénis e testículos do namorado 14 anos mais velho com tesoura de poda

A jovem de 26 anos foi detida depois de cortar com uma tesoura de poda o pénis e os testículos do namorado. Homem está fora de perigo, mas ficará sem os genitais.

Corta pénis e testículos do namorado 14 anos mais velho com tesoura de poda

A jovem de 26 anos foi detida depois de cortar com uma tesoura de poda o pénis e os testículos do namorado. Homem está fora de perigo, mas ficará sem os genitais.

Brenda, argentina de 26 anos, foi detida pelas autoridades depois de ter cometido um crime violento. A jovem, que se entregou de imediato e confessou o crime, alega ter cortado o pénis e os testículos do namorado para se defender. Contou ainda que tudo aconteceu durante um jogo sexual que acabou mal. Sergio, de 40 anos, terá, alegadamente, atacado Brenda que se defendeu cortando os genitais do namorado. Para o efeito, usou uma tesoura de poda. O casal de Córdoba, na Argentina, está a ser investigado pela polícia local. Sergio está internado e fora de perigo. No entanto, os médicos não conseguiram salvar-lhe os genitais. Brenda encontra-se em prisão preventiva.

LEIA DEPOIS

Previsão do tempo para quarta-feira, 15 de maio

Advogado justifica corte de pénis e testículos

«Há uma justificação para o que aconteceu. A informação que recebi dá conta de que a minha cliente foi vítima de ataque sexual. Ela deixou-o entrar no apartamento porque ele é membro de uma banda e amigo do irmão. Disse-lhe que ia buscar um instrumento, mas, em vez disso, atacou-a. Ela tomou medidas defensivas. Se usou força excessiva terá de ser o tribunal a decidir», revela o advogado da argentina. O advogado da vítima, porém, contrapõe. «Ele não percebe como isto aconteceu. Conhecem-se há muito tempo e este foi um encontro marcado. Namoram há alguns meses e estavam no meio de um jogo sexual. O meu cliente estava vendado quando lhe cortaram os genitais com uma tesoura de poda. Há provas no apartamento de tudo o que disse.»

«Deixem de consumir m**** e ouçam a vítima»

Brenda vai ser avaliada por um psiquiatra e serão feitos exames para determinar um possível ataque sexual. A jovem está a ser notícia internacionalmente e são várias as pessoas que a defendem. «Deixem de consumir m**** e ouçam a vítima» é um dos comentários a defender na argentina. Outros são mais duros e controversos. «As feministas são aquele grupo estranho de mulheres que gritam pela igualdade. Esperam que o homem pague o jantar, lhe puxe a cadeira e que fique calado para comemorar o crime de Brenda Barattini, a cortadora de pénis de Córdoba.»

LEIA MAIS

Revelada a causa da morte da atriz de CSI Lisa Sheridan

Obeso decide ir a pé para a escola todos os dias e perde 115 quilos

Jardim Zoológico alimenta cobras com cães bebés vivos [vídeo]

Impala Instagram


RELACIONADOS