Morreu Medina Carreira

Henrique Medina Carreira faleceu na madrugada da passada segunda-feira, dia 3 de julho, nos hospital onde estava internado há cerca de um mês. O conceituado fiscalista e antigo ministro das finanças tinha 85 anos.

Morreu Medina Carreira

Henrique Medina Carreira faleceu na madrugada da passada segunda-feira, dia 3 de julho, nos hospital onde estava internado há cerca de um mês. O conceituado fiscalista e antigo ministro das finanças tinha 85 anos.

O antigo ministro das Finanças do I Governo Constitucional morreu durante a madrugada da passada segunda-feira, 3 de julho, num hospital em Lisboa, onde já estava internado há cerca de um mês.

Nos últimos 20 anos, Henrique Medina Carreira dedicou grande parte da sua vida a repensar a estratégia financeira de Portugal, no sentido de encontrar caminhos para retoma do crescimento e estabilidade económica do país.

Nascido em Bissau em 1931, Medina Carreira foi foi subsecretário de Estado do Orçamento em 1975, durante o VI Governo Provisório, foi militante do Partido Socialista e entre junho de 1976 e janeiro 1978 foi ministro das Finanças do I Governo Constitucional, presidido por Mário Soares.

Em 2006, apoiou a candidatura de Cavaco Silva à presidência da República e em 2009, ao lado de Mário Crespo, estreia-se na televisão nacional na SIC Notícias com o programa Plano Inclinado. Mas é na TVI24 que Medina Carreira se destaca no pequeno ecrã, onde passa a comentar a atualidade política e económica semanalmente ao lado de Judite Sousa, no programa Olhos nos Olhos.

Para além de ser para sempre lembrado como um grande fiscalista, Henrique Medina Carreira, foi autor de diversos livros, entre eles: “O Fim da Ilusão”, “Portugal, Que Futuro?”, “O Dever da Verdade”, com o diretor-geral de informação de Imprensa Ricardo Costa e “Olhos nos Olhos” com Judite Sousa.

O fiscalista morreu aos 85 anos vítima de doença prolongada.

Impala Instagram


RELACIONADOS