Moçambique lança “alerta máximo” para possível praga de gafanhotos no norte

O Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural moçambicano lançou um “alerta máximo” para uma possível praga de gafanhotos na região fronteiriça entre Moçambique e Maláui.

Moçambique lança

Moçambique lança “alerta máximo” para possível praga de gafanhotos no norte

O Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural moçambicano lançou um “alerta máximo” para uma possível praga de gafanhotos na região fronteiriça entre Moçambique e Maláui.

“Moçambique poderá ser alvo de invasão [da praga], o que constituirá um perigo para a segurança alimentar nestes países”, lê-se numa nota emitida pelo Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural.

A nota indica que as direções provinciais “deverão estar em alerta máximo” no país para que se “tomem medidas adequadas em tempo útil”.

Trata-se dos “gafanhotos vermelho e migrador africano”, que estão atualmente África Oriental e a dispersar-se para região austral.

A informação foi reportada ao Governo pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).

Em julho, a União Europeia mobilizou mais 15 milhões de euros para apoiar as Nações Unidas e países parceiros no combate contra “uma das piores pragas de gafanhotos de deserto observadas na África Oriental em décadas”.

O valor segue-se a um primeiro pacote de ajuda no montante de 42 milhões de euros disponibilizado no início de 2020.

RYR (MBA) // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS