Ministra interina das Finanças do Governo timorense continua no executivo

A atual vice-ministra das Finanças timorense, que ocupa interinamente o cargo de ministra, Sara Brites, disse hoje à Lusa que vai continuar no Governo, frisando a natureza técnica e operacional do cargo que ocupa.

Ministra interina das Finanças do Governo timorense continua no executivo

Ministra interina das Finanças do Governo timorense continua no executivo

A atual vice-ministra das Finanças timorense, que ocupa interinamente o cargo de ministra, Sara Brites, disse hoje à Lusa que vai continuar no Governo, frisando a natureza técnica e operacional do cargo que ocupa.

“Vou continuar no Governo. Decidi ficar porque o meu papel, realmente, é técnico e operacional”, disse à Lusa a ministra interina, que ocupa o cargo desde o anterior Governo.

“Decidi continuar a ajudar o primeiro-ministro nesta situação e porque neste momento ainda não temos ministro”, frisou.

Antiga vice-governadora do Banco Central de Timor-Leste (BCTL), Sara Brites foi chamada para o Governo minoritário da Frente de Libertação do Timor-Leste Independente (Fretilin) pelo anterior primeiro-ministro, Mari Alkatiri, ocupando então o mesmo cargo de vice-ministra.

Depois da tomada de posse do VIII Governo, Sara Brites manteve-se em funções, assumindo depois o cargo de ministra interina no VIII Governo, liderado por Taur Matan Ruak.

Ainda que tenha sido apresentada pelo Congresso Nacional da Reconstrução Timorense (CNRT) — que decidiu formalizar a sua saída do Governo, pedindo a demissão dos ministros que indigitou — Sara Brites sempre foi considerada uma independente.

Envolvida na preparação de vários Orçamentos Gerais do Estado (OGE), Sara Brites tem agora novamente um papel essencial na preparação quer das contas públicas para este ano quer das de 2021.

Com a eventual tomada de posse nas próximas semanas de um novo ministro das Finanças — foi indigitado o ex-ministro da Educação Fernando Hanjam — Sara Brites terá ainda um papel essencial no apoio ao novo governante.

Recorde-se que o Presidente da República promulgou hoje uma nova orgânica do executivo, que, entre outras mudanças, exonera dois ministros, cria dois cargos de vice-primeiro-ministro e reconfigura outras pastas.

Fonte da Presidência da República disse à Lusa que na próxima semana deverá ocorrer a tomada de posse de alguns novos membros do executivo.

 

ASP // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS