Menor agride professor de dança que o violou

O jovem resistiu, mas como o abusador não se afastou, este agrediu-o com um soco.

Menor agride professor de dança que o violou

Menor agride professor de dança que o violou

O jovem resistiu, mas como o abusador não se afastou, este agrediu-o com um soco.

Um aluno de uma escola de Valongo recorreu à força física para colocar um ponto final no terror que vivia depois de ser alvo de ataques sexuais por parte do professor de dança. De acordo com o Correio da Manhã, numa das noites em que ficou na casa do arguido, o professor deitou-se ao lado do jovem na cama e usou as mãos para começar novos abusos. O jovem resistiu, mas como o abusador não se afastou, este agrediu-o com um soco.

O alegado predador, de 42 anos, vai ser julgado no final de setembro, no Tribunal de São João Novo, no Porto, por ataques sexuais a três rapazes menores, com idades entre os 12 e os 16 anos. O professor está em liberdade, mas proibido de voltar à instituição da qual era também diretor.

O processo, citado pela mesma publicação, dá conta de que mesmo depois de ter sido agredido pelo jovem, o arguido voltou a ter os mesmos comportamentos. Segundo o Ministério Público, só este aluno foi atacado pelo menos 20 vezes.

Em abril de 2018, o aluno quis deixar as aulas e foi ameaçado pelo professor que lhe disse que caso o fizesse jamais voltaria a entrar em competições nacionais. Exigiu-lhe ainda o pagamento de aulas particulares e disse que  o expulsaria da escola. Segundo a acusação, o professor chegou a dançar com aquele aluno para o poder «agarrar de forma extravasada daquilo que era necessário».

 

LEIA MAIS

Meteorologia: Previsão do tempo para quinta-feira, 20 de agosto

 

Impala Instagram


RELACIONADOS