Médicos dizem que reunião com ministra foi uma “mão cheia de nada” e mantêm greve

As duas estruturas sindicais dos médicos lamentaram a falta de resultados na reunião negocial realizada hoje com a ministra da Saúde e mantêm a greve de dois dias marcada para julho.

Médicos dizem que reunião com ministra foi uma

Médicos dizem que reunião com ministra foi uma “mão cheia de nada” e mantêm greve

As duas estruturas sindicais dos médicos lamentaram a falta de resultados na reunião negocial realizada hoje com a ministra da Saúde e mantêm a greve de dois dias marcada para julho.

“Foi mais uma mão cheia de nada”, disse o secretário-geral do Sindicato Independente dos Médicos (SIM), Roque da Cunha, aos jornalistas, no final da reunião de cerca de duas horas com a ministra da Saúde, Marta Temido.

Tanto o secretário-geral do SIM como o presidente da Federação Nacional dos Médicos (FNAM), João Proença, apontaram uma atitude de intransigência da ministra em relação às reivindicações dos médicos.

Uma nova reunião foi marcada para 09 de julho, já depois da greve marcada para 02 de julho pelo SIM e para 03 de julho pela FNAM.

ARA/HB // JPF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS