Massagem violenta a bebés é prática comum no Cazaquistão [vídeo]

Massagem violenta a bebés é prática comum no Cazaquistão. Vídeo demonstrativo mostra momentos de pânico vividos pelos recém-nascidos.

A massagem violenta a bebés é prática comum no Cazaquistão. Um vídeo demonstrativo, partilhado nas redes sociais, mostra momentos de pânico vividos pelos bebés.

LEIA MAIS: 8 mortos e 3 explosões em partida de críquete no Afeganistão [vídeo]

Larissa Orynbasarovna, de 35 anos, apelida-se de especialista em massagens para estimulação e desenvolvimento de bebés. A mulher foi filmada a realizar o procedimento num recém-nascido e provocou uma onda de indignação que chegou a várias partes do mundo.

Contudo, no Cazaquistão, essa massagem é prática obrigatória para todos os recém-nascidos. O vídeo polémico mostra como a especialista faz balancear o corpo do bebé, sem qualquer tio de apoio, incluindo a cabeça.

Massagem violenta a bebés é apelidada de ‘milagrosa’

O bebé é lançado de um lado ao outro pela massagista, levantando-o pelos braços e pernas de forma violenta. A mulher chega mesmo a segurar o bebé apenas pela cabeça e fá-lo girar em círculos.

Apesar de se tratar de prática muito arriscada e que, a qualquer altura, pode originar uma lesão grave, a especialista põe-na em prática já há mais de uma década.

LEIA MAIS: Grupo de venezuelanos faminto mata vaca à pedrada [vídeo]

«Ajudo os bebés e tenho ajudado a tratar problemas graves em muitos recém-nascidos. A minha massagem cura», afirmou quando foi atacada” na rede social Facebook.

O popular tratamento do Cazaquistão não é acessível a todas as famílias, custando 8 euros por sessão. Um valor muito elevado para a maioria da população. Há pais que chegam a pedir empréstimos para poderem levar os filhos à massagem ‘milagrosa’.

LEIA MAIS: Vídeo de “cantoria” de menino de 3 anos em fase terminal comove o mundo

Mais

RELACIONADOS

Massagem violenta a bebés é prática comum no Cazaquistão [vídeo]

Massagem violenta a bebés é prática comum no Cazaquistão. Vídeo demonstrativo mostra momentos de pânico vividos pelos recém-nascidos.