Mais de 400 imigrantes intercetados hoje a tentar entrar em Espanha

Mais de 400 imigrantes, alguns menores, foram intercetados desde sexta-feira, quando tentavam entrar em Espanha, através das costas das ilhas Baleares, Alicante, Andaluzia, Ceuta e Melilha, em pequenos barcos ou motas aquáticas, segundo as autoridades.

Mais de 400 imigrantes intercetados hoje a tentar entrar em Espanha

Mais de 400 imigrantes intercetados hoje a tentar entrar em Espanha

Mais de 400 imigrantes, alguns menores, foram intercetados desde sexta-feira, quando tentavam entrar em Espanha, através das costas das ilhas Baleares, Alicante, Andaluzia, Ceuta e Melilha, em pequenos barcos ou motas aquáticas, segundo as autoridades.

A maior afluência registou-se nas Baleares, com a entrada, desde sexta-feira, de 18 embarcações com 279 pessoas a bordo, de acordo com a delegação do governo das ilhas.

Segundo as autoridades locais, as entradas ilegais, entre as quais pelo menos sete mulheres, registaram-se em Maiorca, Formentera e Ibiza, e todos apresentavam “um aparente bom estado de saúde”.

A pressão migratória também se tem concentrado na Andaluzia, onde as equipas de emergência da Cruz Vermelha prestaram assistência a 140 imigrantes resgatados de barcos chegados à costa de Almeria.

Na localidade de Motril, região de Granada, a Guarda Civil resgatou três imigrantes, entre eles um menor, ao tentarem entrar de moto aquática, e mais um grupo de 24 pessoas, entre elas duas mulheres e dois menores.

Em Cadiz o piloto de uma embarcação foi detido e em Melilha, agentes do Instituto Armado estão a tentar identificar um homem jovem que apareceu morto em águas próximas do porto comercial da cidade, e outras 27 pessoas foram resgatadas de pequenas embarcações na costa de Alicante, segundo a Cruz Vermelha.

A maioria é de origem do Magrebe, mas também há quem seja procedente de países subsaarianos, adiantaram as autoridades espanholas.

AG // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS