Mata namorado a sangue frio e deixa-lhe declaração de amor no Instagram

Nahir Galarza, jovem argentina de 19 anos, matou o namorado com dois tiros. No dia seguinte, deixou-lhe uma mensagem de amor no Instagram. A estudante já confessou o crime e o caso está a deixar a Argentina em polvorosa.

Mata namorado a sangue frio e deixa-lhe declaração de amor no Instagram

Nahir Galarza, jovem argentina de 19 anos, matou o namorado com dois tiros. No dia seguinte, deixou-lhe uma mensagem de amor no Instagram. A estudante já confessou o crime e o caso está a deixar a Argentina em polvorosa.

«Cinco anos juntos, discutindo, indo e vindo, mas sempre com o mesmo amor.» Foi com esta frase que Nahir Galarza, jovem estudante argentina de 19 anos, se despediu do namorado, Fernando Pastorizzo. A frase legendava uma fotografia, divulgada na manhã de 29 de dezembro no Instagram. Horas antes, Nahir matava o namorado com dois tiros, disparados com a pistola do pai. O caso que está a apaixonar e a revoltar a Argentina tem contornos tão macabros como misteriosos. Nahir, que se encontra internada num hospital psiquiátrico, depois de ter sido interrogada pela polícia, já confessou ser a autora do crime. A estudante de Direito usou a arma do pai, que é polícia.

LEIA DEPOIS
E se Lisboa sofrer um grande sismo? Conheça o plano da Proteção Civil

Matou o namorado e deixou-o na beira da estrada

O crime aconteceu em Gualeguaychú, a 230 quilómetros de Buenos Aires. Às 5h30 da manhã, Fernando era atingido com dois tiros enquanto conduzia a sua mota. Um dos disparos acertou-lhe nas costas. Segundo testemunhas oculares, Nahir seguia com o namorado na mota. Nahir explicou à polícia que matou Fernando e que, às seis da manhã, depois de ter cometido o crime, voltou a casa, guardou a pistola no coldre do pai e foi dormir. Quando se levantou, decidiu publicar no Instagram uma mensagem para o namorado.

População saiu à rua em revolta contra o internamento de Nahir

Em Gualeguaychú, a população já saiu à rua em revolta contra o internamento de Nahir no hospital psiquiátrico. As autoridades argumentam que a jovem se encontra em estado de choque e que, assim que o seu estado estabilizar, será reencaminhada para um estabelecimento prisional. Nahir foi acusada de homicídio qualificado e pode enfrentar uma pena de prisão perpétua.

LEIA MAIS
7 formas de manter a casa quente sem gastar muito dinheiro
Trigémeos separados à nascença encontram-se e descobrem que foram usados em experiência macabra

Impala Instagram


RELACIONADOS