«Já comi 30 mil Big Macs e vou para os 40 mil» diz homem que afirma ser saudável

«Já comi 30 mil Big Macs e vou para os 40 mil» diz homem que afirma ser saudável

Este cidadão norte-americano, que já detém o recorde do Guiness, come dois hambúrgueres todos os dias há 46 anos.

Já reformado, Don Gorske, de 64 anos, não tem dúvidas nenhumas do que fazer. Depois já ser conhecido que comeu 30 mil Big Macs durante toda a vida, o ex-guarda prisional quer mais dez mil, ou seja, 40 mil no total. O próprio recordista diz que essa marca vai demorar “uns 14 anos”.

Don Gorske é uma das figuras que surge no famoso documentário «Super Size Me» devido à sua obsessão com este famoso hambúrguer da McDonalds. Todavia, o homem assumiu ao jornal The Sun que está “saudável” e que o seu estado de saúde é “óptimo”.

“Sou saudável como um cavalo. Peso 86 quilos e o meu colesterol está a 165. Estou melhor que normal”, sublinhou.

Feitas as contas. Don Gorske diz que come pelo menos um Big Mac por dia desde 17 de maio de 1972 e até tem faturas que o comprovam. Ora, este “apreciador” entrou para o livro de recordes do Guiness em 2016, depois de comer (exatamente) 28,788 destes hambúrgueres.

Foto: Reprodução Fox News TV

E como faz isto? Don Gorske não se desloca todos os dias a um estabelecimento. Todas as segundas-feiras compra seis hambúrgueres, logo de seguida come dois e deixa os outros quatro no frigorífico de casa. “Não os congelo, eu deixo-os no frigorífico e como um quando quero. Coloco-os no microondas, gosto delEs assim”, explicou.

Um big mac tem, em média, 563 calorias

Don Gorske deixa tudo em «pratos limpos»: não recebe qualquer incentivo do McDonalds e paga todos os hambúrgueres como qualquer outro cliente. Além de fazer 90% da sua dieta à base do big mac, o norte-americano diz que come um iogurte da marca todos os dias e já não se lembra da última vez que comeu fruta.

Nos últimos 44 anos, diz que só se deve ter esquecido de comer um hambúrguer por dia durante oito dias porque trabalhava dois turnos seguidos.


RELACIONADOS