Condutor que matou irmã de Djaló em atropelamento acusado de homicídio qualificado

Açucena, a irmã de 17 anos do jogador Yannick Djaló morreu na madrugada deste sábado, na sequência de um atropelamento nas festas da Moita, em Setúbal.

Condutor que matou irmã de Djaló em atropelamento acusado de homicídio qualificado

Açucena, a irmã de 17 anos do jogador Yannick Djaló morreu na madrugada deste sábado, na sequência de um atropelamento nas festas da Moita, em Setúbal.

A irmã do jogador Yannick Djaló morreu durante a madrugada deste sábado, dia 15 de setembro, após um atropelamento nas festas da Moita, em Setúbal.  O condutor foi detido pelas autoridades policiais ainda no interior do carro. O suspeito já foi ouvido num primeiro interrogatório no Tribunal do Barreiro. O jovem vai ficar em prisão preventiva.

RECORDE: Atropelamento nas festas da Moita mata jovem de 17 e faz cinco feridos

Em comunicado, a força de segurança refere que o homem, de 21 anos, está indiciado de 12 crimes, 10 deles de homicídio qualificado na forma tentada, um de homicídio qualificado e um outro de condução perigosa. Para além da vítima mortal, o atropelamento provocou cinco feridos ligeiros.

 

A jovem, que tinha celebrado 17 anos em agosto, estava a regressar a casa das festas com um grupo de amigos, quando foi surpreendida por uma viatura ligeira que entrou por uma rua que estava interdita a carros, devido ao arraial. Outro irmão da jovem também se encontrava no local e terá visto o acidente, avança o Correio da Manhã.

Ana Sofia, antiga mulher do futebolista, revelou que Djaló irá deixar a Tailândia, onde joga atualmente, e irá regressar o mais rápido possível a Portugal. A família está devastada, confirmou à Flash.

VEJA AINDA: Apresentadora da SIC lamenta a morte da filha: «Morreu por negligência»

 

Impala Instagram


RELACIONADOS