ALERTA INCÊNDIOS | Mais de 250 pessoas retiradas de casa em Monchique

ALERTA INCÊNDIOS | Mais de 250 pessoas retiradas de casa em Monchique

O combate ao incêndio, ativo desde sexta-feira passada em Monchique, está a ser dificultado pelo vento

O incêndio em Monchique que deflagra o concelho de Faro desde a tarde da passada sexta-feira, dia 4 de agosto, está fora de controlo. Devido aos ventos fortes, as operações de combate às chamas encontram-se dificultadas esta terça-feira, dia 7 de agosto.

A noite de segunda-feira foi difícil, com muitas reativações e projeções em todo o perímetro do incêndio, com o vento a piorar depois da meia-noite. No ponto de situação da Proteção Civil, o comandante Vítor Vaz Pinto adiantou que, por causa do avanço das chamas, mais de 250 pessoas foram deslocadas durante a noite. O incêndio fez até ao momento 30 feridos, 29 ligeiros e um grave.

LEIA MAIS: Espanha envia reforços aéreos para ajudar a combater chamas em Monchique

De momento cerca de 1204 bombeiros apoiados por 371 viaturas e 17 meios aéreos lutam contra as chamas. O comandante nacional da Proteção Civil avançou ainda que o fogo chegou ao concelho de Portimão, mas foi rapidamente extinto, “graças às faixas de gestão de combustíveis”.

A GNR informa que, por causa do fogo, estão cortadas as estradas nacionais 266, 266-3, a 267 e duas estradas municipais: a 501 e a 502

O fogo chegou a estar praticamente controlado, mas durante a noite a situação agravou-se com o intensificar do vento que levou a vários reacendimentos e projeções. Muitas pessoas tiveram de ser retiradas de casa e foram transportadas para Vila do Bispo – a Escola EB2,3 de São Vicente, o Centro de Dia de Vila do Bispo e o lar da Santa Casa da Misericórdia em Sagres.

EDP corta electricidade nalgumas zonas de Monchique

A EDP teve de cortar o abastecimento nalgumas localidades na zona do fogo de Monchique por questões de segurança e abasteceu de madrugada outras localidades com geradores, segundo fonte oficial da empresa.

De acordo com a diretora de comunicação da EDP Distribuição, Fernanda Bonifácio, houve zonas em que o abastecimento de eletricidade foi cortado por questões de segurança “e a pedido da Proteção Civil”, nomeadamente Fóia e Caldas de Monchique, distrito de Faro.

A mesma responsável adiantou ainda à agência Lusa que há zonas sem abastecimento porque houve estruturas que ficaram destruídas pelo fogo, tendo a EDP colocado geradores nalgumas vilas durante a madrugada.

A EDP conta ter um balanço mais pormenorizado da situação ainda durante a manhã de hoje.

O incêndio que lavra desde sexta-feira em Monchique estava hoje pelas 09:15 a ser combatido por mais de 1.200 operacionais, apoiados por 14 meios aéreos e 374 viaturas.

VEJA AINDA: ALERTA INCÊNDIOS: Atualizações sobre o incêndio de Monchique

 

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS