Impossível encontrar Maddie

Especialistas não têm dúvidas de que é praticamente impossível encontrar Maddie, a menina que desapareceu há dez anos no Algarve

Impossível encontrar Maddie

Especialistas não têm dúvidas de que é praticamente impossível encontrar Maddie, a menina que desapareceu há dez anos no Algarve

Passaram dez anos desde que Madeleine McCann desapareceu de um quarto de hotel, situado no Algarve. Aquele que é visto como um dos desaparecimentos mais misteriosos e estranhos de todos os tempos continua a dar que falar. As teorias são diversas. Mas de uma coisas os especialistas não têm dúvidas: é praticamente impossível encontrar Maddie.

Mário Yamauchi é investigador particular há quase duas décadas. E não têm dúvidas de que dez anos depois será muito difícil encontrar a filha de Kate e Gerry McCann. “Casos como este são muito difíceis. O tempo neste caso é um fator adverso, quanto mais os dias passam, o realidade do que aconteceu fica também mais distante”, disse à Record Tv.

Na fatídica noite de 3 de maio de 2007, o casal foi jantar com amigos no resort Ocean Club, situado em Lagos. Nessa noite, na altura com quatro anos, Maddie foi deixada no quarto com os dois irmãos mais novos. Perante as incertezas resultantes das mais diversas buscas, o investigador duvida mesmo de que Maddie esteja viva. “Atuo com isto há anos e, em todos os casos de perda de contacto em que trabalhamos, que é diferente de desaparecimento, conseguimos resolver. Em casos de perda de contacto, encontramos as pessoas vivas. Mas em caso de desaparecimento não, as pessoas haviam morrido”, explica.

“Vejo poucas hipóteses de ela estar viva”, diz investigador.

Com o passar dos anos foram surgindo diversas hipóteses. Foram também noticiados diversos avistamentos de Maddie em diferentes cidades mundiais. Mesmo assim, Yamauchi realça que as hipóteses de a menina estar viva são remotas. “Vejo poucas hipóteses de ela estar viva. Mas, em casos como este, se existe uma brecha para que isso aconteça, e se, hipoteticamente, eu fosse contactado por familiares, aceitaria participar numa investigação deste tipo”, refere.

Impala Instagram


RELACIONADOS