Hospital quer deixar bebé morrer mas pais não desistem

Pais entram em batalha judicial contra hospital depois de médicos se recusarem a tratar de bebé de seis meses

Hospital quer deixar bebé morrer mas pais não desistem

Hospital quer deixar bebé morrer mas pais não desistem

Pais entram em batalha judicial contra hospital depois de médicos se recusarem a tratar de bebé de seis meses

Charlie é um bebé com apenas seis meses de vida que foi diagnosticado com uma doença extremamente rara, chamada síndrome de depleção mitocondrial. Esta condição caracteriza-se por absorver a energia do corpo (incluindo órgãos e músculos), impedindo o ser humano de sobreviver sem um suporte de vida básico. Tendo em conta que esta doença é incurável, os médicos Hospital Great Ormond Street afirmaram que após terem feito tudo o que podiam, achavam que o melhor seria desligar as máquinas e deixar o bebé morrer. Apesar desta doença não ter cura, existem cerca de 16 pessoas que vivem no Reino Unido com depleção mitocondrial ligadas a uma máquina.

LEIA DEPOIS
Pais de bebé vítima de cancro após diagnóstico errado angariam fundos para processar SNS

«Defendemos o que achamos que é melhor para o Charlie», diz porta-voz do hospital

«Tentámos dar ao Charlie a melhor hipótese de sobrevivência possível, mas a sua condição deteriorou-se e sentimos que, hoje, esgotámos todas as opções. Sabemos que é extremamente angustiante para a família e estamos disponíveis para a apoiar no que pudermos, mas defendemos o que achamos que é melhor para o Charlie», declarou o porta voz do Hospital ao Daily Mail.

LEIA DEPOIS
Supermercados Dia retiram latas de atum por contaminação em Espanha

Pais recusam-se a deixar o seu filho morrer

Perante a resposta do Hospital, Chris Gard e Connie Yates decidiram processar o hospital onde o bebé está internado. Os pais recusam-se a deixar o seu filho morrer, especialmente, quando existe um tratamento experimental nos Estados Unidos da América que pode ajudar o bebé a sobreviver. O tratamento custa cerca de 995 mil euros e Chris Gard e Connie Yates  estão a tentar juntar esse dinheiro o mais rapidamente possível, visto que a primeira audiência do caso que vai decidir se a máquina (que permite Charlie estar vivo) vai ser desligada ou não começa esta sexta-feira.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para sábado, 31 de agosto

Impala Instagram


RELACIONADOS