Homem esmaga crânio da sobrinha até o «ouvir a estalar»

Shane Mays, de 30 anos, assassinou a sobrinha, Louise Smith, de apenas 16 anos, num crime de extrema violência. Corpo foi encontrado queimado e em avançado estado de decomposição

Homem esmaga crânio da sobrinha até o «ouvir a estalar»

Homem esmaga crânio da sobrinha até o «ouvir a estalar»

Shane Mays, de 30 anos, assassinou a sobrinha, Louise Smith, de apenas 16 anos, num crime de extrema violência. Corpo foi encontrado queimado e em avançado estado de decomposição

Shane Mays, de 30 anos, esmagou o crânio da sobrinha, Louise Smith, de apenas 16 anos, com recurso a um tronco. Depois do homicídio, foi para casa da mãe e bebeu um refrigerante enquanto se queixava com “algumas dores de barriga”, revela o The Sun. Já após ter sido alertado do desaparecimento da jovem, Mays saiu para comer uma pizza, sabendo de antemão o que fizera e onde tinha largado o corpo, na floresta de Havant Thicket, no Reino Unido.

O cadáver foi encontrado duas semanas depois, queimado e em avançado estado de decomposição. O procurador do caso, James Newton-Price, aponta a extrema violência do crime “fruto das condições em que encontrámos o corpo, não podemos afirmar com certeza qual dos múltiplos ferimentos causou a morte, mas é claro que o assassino atraiu-a para um local remoto onde se deu o ataque”.

Quando interrogado pela polícia, inicialmente Mays alegou que tinha levado a sobrinha até um ‘skate’ parque, mas quando confrontado com várias evidências, confessou o homicídio. Uma das provas analisadas foi o sangue encontrado nos sapatos do homem. Após análise laboratorial, ficou confirmado que pertencia a Louise.

Mais tarde, afirma que foi atacado primeiro e isso causou-lhe uma “ira incontrolável”, tendo culminado na morte da jovem de 16 anos. Revelou ainda que continuou o ataque “até ouvir o crânio a estalar“.

«Não consigo dormir»

Bradley Smith, pai da vítima, assume que a sua saúde está a ser afetada por não conseguir descansar. “Sou torturado por pesadelos, não consigo dormir e sinto imensas saudades da minha filha”. Rebecca, mãe de Louise, mostrou-se igualmente revoltada e agoniada com o crime. “Tiraste uma parte do meu coração que nunca será substituída. Mataste a minha filha de uma forma traumática, mas o que fizeste depois está para além das palavras – és um monstro – o que é que te deu o direito de fazeres isto?”, disse. E acrescentou: “Vieste à minha casa no dia em que a mataste, olhaste-me nos olhos sem qualquer remorso quando sabias o que tinhas feito”.

Shane Mays foi detido esta quarta-feira, 9 de dezembro, e conhecerá a sua sentença amanhã, 10 de dezembro.

LEIA MAIS
Duplo homicídio cometido há mais de 30 anos perto de ser resolvido

Impala Instagram


RELACIONADOS