Médico famoso injeta gordura de bovino em vez de botox e deixa mulheres desfiguradas

Falso cirurgião plástico injetou gelatina de gordura bovina em vez de botox e deixou várias mulheres desfiguradas. As imagens divulgadas pelas vítimas mostram rostos desfigurados causados pela matéria injetada.

Médico famoso injeta gordura de bovino em vez de botox e deixa mulheres desfiguradas

Falso cirurgião plástico injetou gelatina de gordura bovina em vez de botox e deixou várias mulheres desfiguradas. As imagens divulgadas pelas vítimas mostram rostos desfigurados causados pela matéria injetada.

Um falso cirurgião plástico injetou gelatina de gordura de bovino em vez de botox e deixou várias mulheres desfiguradas. Marcelle King, de 62 anos, Jozette Sheppard, de 46, e Carol Kingscott, de 57, fizeram queixa de Ozan Melin, o falso médico, que lhes causou graves problemas de saúde. As imagens divulgadas pelas vítimas mostram um rosto desfigurado, inflamado por uma grave reação alérgica causada pela matéria injetada. Marcelle King, de Londres, Inglaterra, teve de ser assistida nas urgências depois de sofrer um choque anafilático, que por pouco não lhe provocou a morte. Jozette Sheppard esteve mais de seis meses sem poder comer e com graves dificuldades na fala.

LEIA DEPOIS
Mulher filmada em minissaia detida por «comportamento indecente»

Gordura de bovino é um material semelhante ao utilizado para fazer gomas

O médico que injetou gordura de bovino nas pacientes já está a ser julgado num tribunal da capital inglesa, onde foram ouvidos vários testemunhos das vítimas, mas também do acusado e da sua ex-mulher, Lisa Bolster. Esta última acabou por confirmar os crimes cometidos pelo ex-marido. Um perito afirmou que a substância injetada era «extremamente perigosa» e «potencialmente fatal». A gordura de bovino é um material semelhante ao utilizado para fazer gomas e que «em caso algum pode ser utilizado em seres humanos». Segundo o mesmo perito, «as reações alérgicas que as três mulheres sofreram podiam ter-lhes provocado a morte».

Seis meses sem poder alimentar-se nem falar porque «a cara ficou como que congelada e dura»

Jozette e Carol sofreram um choque alérgico com menor gravidade, embora tenham ficado com o rosto desfigurado durante vários meses. «Quando cheguei a casa, no início, só me sentia quente, como se tivesse apanhado muito sol. Pouco tempo depois, comecei a inchar de tal forma que não conseguia abrir os olhos», recordou Carol em tribunal. Jozette foi a vítima que mais sofreu nas mãos do falso médico. Ficou 6 meses sem poder alimentar-se e sem falar porque «a cara ficou como que congelada e dura». O burlão dirigia uma clínica chamada The Smooth Face Botox Company, onde oferecia tratamentos de beleza no local ou ao domicílio. Ozan Melin negou responsabilidades, mas não justificou os factos. O falso médico admitiu apenas ter exercido a profissão sem habilitação para tal.

LEIA MAIS
Bebé resgatada no lixo está irreconhecível

Impala Instagram


RELACIONADOS