Ex-juiz negacionista chama “assassino genocida” a Marcelo Rebelo de Sousa [vídeo]

Ex-magistrado assume que o vídeo se encontra “tipificado no artigo 328º do Código Penal como crime de ofensa à honra do Presidente da República”.

Ex-juiz negacionista chama

Ex-juiz negacionista chama “assassino genocida” a Marcelo Rebelo de Sousa [vídeo]

Ex-magistrado assume que o vídeo se encontra “tipificado no artigo 328º do Código Penal como crime de ofensa à honra do Presidente da República”.

O ex-juiz, Rui Fonseca e Castro, insultou o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. O ex-juiz, conhecido pelas suas ações negacionistas relativas à pandemia da covid-19, publicou no passado dia 15 um vídeo no Facebook onde chama “assassino genocida” a Marcelo Rebelo de Sousa.

O ex-magistrado começa por dizer que “querem agora que nós voltemos às nossas vidas normais na qualidade de escravos de uma oligarquia podre” e que “esqueçamos as vítimas que existem já aos milhares e que aumentarão cada vez mais”, passando depois ao ataque ao Presidente da República.

“É responsável pela morte de milhares de pessoas em Portugal”

“Marcelo Rebelo de Sousa, presidente da República, também conhecido como ‘velhinho das selfies’, também conhecido como ‘o babão’, é um assassino genocida. É responsável pela morte de milhares de pessoas em Portugal, por via de injeções com substâncias farmacêuticas experimentais”, refere. 

De seguida, assume que aquilo que fez no vídeo publicado se encontra “tipificado no artigo 328º do Código Penal como crime de ofensa à honra do Presidente da República”, tratando-se de “um crime público”. Rui Fonseca e Castro revela que, perante isto, “o Ministério Público é obrigado a promover o procedimento criminal sem necessidade de queixa ou participação”, do Chefe de Estado.

Veja o vídeo:

LEIA DEPOIS

Ucrânia: Joe Biden responde a Putin e garante sanções à Rússia

Impala Instagram


RELACIONADOS