Este é o único bar de cocaína conhecido no mundo e muda de localização todos os meses

O bar ilegal de cocaína Route 36 consegue manter-se aberto porque constantemente de localização, passando por vários pontos da cidade de La Paz, na Bolívia, para evitar a polícia. E encontrá-lo não é tarefa fácil.

Este é o único bar de cocaína conhecido no mundo e muda de localização todos os meses

O bar ilegal de cocaína Route 36 consegue manter-se aberto porque constantemente de localização, passando por vários pontos da cidade de La Paz, na Bolívia, para evitar a polícia. E encontrá-lo não é tarefa fácil.

Um bar ilegal de cocaína no topo da Cordilheira dos Andes parece mentira, mas não é. E funciona há vários anos. Como? Mudando constantemente de localização. O Rota 36 é o primeiro bar de cocaína conhecido no mundo e está localizado na cidade de La Paz, na Bolívia. Mas para se manter em funcionamento,  movimentava-se uma vez por mês.

Leia depois
Snus, o polémico estimulante que é visto como a droga da moda e usado por jogadores de futebol (… continue a ler aqui)

Embora o Rota 36 possa ser bem conhecido, uma simples pesquisa no Google provavelmente não o levará até lá – e mesmo que isso aconteça, o bar já estará num local totalmente diferente em apenas algumas semanas, informou o LadBible. A razão para tanta mudança é simples: evitar que a polícia lhe feche as portas. A mudança é feita com todo o cuidado, também, para que as empresas envolventes não se apercebam ou reclamem da operação ilegal e da clientela.

A melhor forma de encontrar o bar é apanhar um táxi

Algumas das pessoas que conseguiram encontrar o bar, contam que a melhor forma de lá chegar é apanhar um táxi, pois os taxistas da cidade sabem de tudo. De acordo com uma reportagem do site Stylist, “o melhor sítio para encontrar um taxista que saiba a localização certa do espaço, é nos arredores da cidade, num dos hotéis conhecidos pelas suas festas, como o Loki ou o Wild Rover. No entanto, a maioria dos taxistas do centro da cidade terá uma ideia.” Outros relatos dão conta de que a clientela do bar é composta maioritariamente por turistas, já que os bolivianos não costumam passar lá muito tempo. E advertem que a visita, provavelmente, lhe irá sair cara, pois a substância que é lá vendida é muito pura.

A cocaína ainda é ilegal na Bolívia, mas a planta de coca – da qual o narcótico é extraído – é comum no país e pode ser vendida legalmente. É usada e consumida legalmente em alimentos, chás e remédios. A seguir à Colômbia e ao Peru, a Bolívia é o maior produtor global da planta. E La Paz tornou-se num centro de turismo de cocaína e, todos os anos, milhares de pessoas vão à cidade para tentar meter as mãos na substância.

A cocaína é uma droga estimulante viciante, produzida a partir de folhas de uma planta chamada coca. O seu consumo pode causar doenças graves e potencialmente fatais, como, por exemplo, um ataque cardíaco ou um acidente vascular cerebral. Pode  provocar hipertensão arterial ou hipertermia. Também causar depressão e impotência.

Foto: Colin Davis on Unsplash e D.R.

Impala Instagram


RELACIONADOS