Wall Street segue sob pressão com recomeço de negociações comerciais

A bolsa de Nova Iorque recuava hoje no início da sessão, afetada de novo pela incerteza quando Washington e Pequim iniciam uma nova ronda de negociações comerciais num contexto de maior tensão.

Wall Street segue sob pressão com recomeço de negociações comerciais

Wall Street segue sob pressão com recomeço de negociações comerciais

A bolsa de Nova Iorque recuava hoje no início da sessão, afetada de novo pela incerteza quando Washington e Pequim iniciam uma nova ronda de negociações comerciais num contexto de maior tensão.

Às 15:13 (hora de Lisboa), o índice Dow Jones Industrial Average descia 1,23% para 25.647,62 pontos e o Nasdaq baixava 1,58% para 7.818,11 pontos.

O índice alargado S&P 500 recuava 1,12% para 2.847,06 pontos.

Na quarta-feira, a bolsa nova-iorquina encerrou dispersa, com os investidores hesitantes depois dos sobressaltos das negociações entre a China e os Estados Unidos: o Dow Jones terminou com uma ligeira variação positiva de 0,01%, o Nasdaq recuou 0,26% e o S&P 500 0,16%.

Os Estados Unidos e a China iniciam hoje em Washington uma nova sessão de negociações comerciais com desfecho incerto, depois das ameaças do presidente Donald Trump de impor novas tarifas a produtos chineses.

“A China não vai ceder à pressão, temos determinação e meios para defender os nossos interesses”, advertiu em Pequim um porta-voz do Ministério do Comércio chinês.

Apesar de não serem divulgados resultados das negociações que decorrem há meses, a administração Trump afirmou que Pequim recuou quanto aos compromissos que assumira em anteriores sessões de negociação, uma interpretação desmentida pelo porta-voz do Ministério do Comércio chinês.

EO // JNM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS