Wall Street fecha semana com um triplo recorde apesar dos ganhos modestos do dia

Os principais índices de Wall Street fecharam a semana com novos recordes, concluindo uma semana de alta no mercado, com os investidores a prepararem-se para novas medidas de estímulo económico e otimistas com a vacinação nos EUA.

Wall Street fecha semana com um triplo recorde apesar dos ganhos modestos do dia

Wall Street fecha semana com um triplo recorde apesar dos ganhos modestos do dia

Os principais índices de Wall Street fecharam a semana com novos recordes, concluindo uma semana de alta no mercado, com os investidores a prepararem-se para novas medidas de estímulo económico e otimistas com a vacinação nos EUA.

Os resultados definitivos da sessão indicam que o seletivo Dow Jones Industrial Average avançou 0,09%, para os 31.458,99 pontos.

Já o tecnológico Nasdaq progrediu 0,50%, para as 14.095,47 unidades, e o alargado S&P500 ganhou 0,47%, para as 3.934,93.

No conjunto da semana, o S&P500 valorizou 1,2%, o Dow Jones 0,9% e o Nasdaq 1,7%.

“Sabemos que [Joe] Biden vai fazer avançar o seu plano de ajuda à economia rapidamente”, sublinhou Gregori Volokhine, da Meeschaert Financial Services, a propósito dos 1,9 biliões (milhão de milhões) de dólares (1,6 biliões de euros) que o presidente dos EUA quer ter disponíveis o mais depressa possível, para apoiar famílias e empresas afetadas pela crise económica.

“Começamos também a saber que, aos poucos, os [norte-]americanos estão a ser vacinados, o que é muito satisfatório. Antes do verão, uma grande maioria dos [norte-]americanos que o queiram vai ser vacinada”, acrescentou.

Na quinta-feira, Biden anunciou que os EUA tinham comprado 200 milhões de doses suplementares de vacinas contra o novo coronavirus, das quais metade à Moderna e outro tanto à Pfizer.

A progressão semanal da praça nova-iorquina, contudo, foi aos soluços, perante a ausência de um grande elemento catalisador.

“Uma vez que já tiveram a sua dose de esperança, os investidores querem ver agora resultados e crescimento”, resumiu Volokhine.

Símbolo destas expectativas, o grupo Walt Disney, que integra o Dow Jones, viu a sua ação descer 1,7%, depois de ter apresentado os seus resultados trimestrais na noite de quinta-feira.

Se este conglomerado da área da diversão pode contar com o crescimento fortíssimo dos seus serviços de transmissão, em particular do Disney+, os seus lucros foram pesadamente afetados pelo impacto da pandemia e caíram.

Entre os outros valores do dia, os das principais petrolíferas subiram – ExxonMobil (0,6%), Chevron (1,6%) e ConocoPhillips (1,4%) –, beneficiando da progressão das cotações do dito ouro negro.

Não obstante, estas petrolíferas viram a sua notação financeira revista em baixa pela agência S&P Global Ratings, penalizadas, à imagem do conjunto do setor, pela subida das energias renováveis, pelas raças margens de lucro e pela volatilidade pela cotação do barril.

Na frente dos indicadores, a confiança dos consumidores dos EUA caiu no início de fevereiro, devido à baixa dos rendimentos nas famílias com menores recursos, segundo a estimativa preliminar do inquérito da Universidade do Michigan, publicado hoje.

Na segunda-feira, Wall Street vai estar fechada por ser feriado, o Dia do Presidente.

RN // JLS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS