Wall Street fecha sem rumo mas com ganhos do Nasdaq

A bolsa nova-iorquina encerrou hoje sem rumo definido, sem avançar claramente na via da recuperação depois da derrocada no início da semana, com os investidores ainda perturbados com a propagação do novo coronavírus.

Wall Street fecha sem rumo mas com ganhos do Nasdaq

Wall Street fecha sem rumo mas com ganhos do Nasdaq

A bolsa nova-iorquina encerrou hoje sem rumo definido, sem avançar claramente na via da recuperação depois da derrocada no início da semana, com os investidores ainda perturbados com a propagação do novo coronavírus.

Os resultados definitivos da sessão indicam que o índice seletivo Dow Jones Industrial Average recuou 0,46%, para os 26.957,59 pontos, e já acumula uma desvalorização de 5,5% desde o início da semana.

O alargado S&P500, por seu lado, perdeu 0,38%, para as 3.116,39 unidades.

Ao contrário destes índices, o tecnológico Nasdaq progrediu 0,17%, para os 8.980,77 pontos, graças às subidas de títulos como Netflix (5,3%), Apple (1,6%) e Microsoft (1,3%).

Os principais índices bolsistas nova-iorquinos começaram a sessão de hoje em nítida alta, antes de perderem a maioria dos ganhos antes do meio da jornada.

“Continuamos em uma fase de incerteza”, salientou Art Hogan, da National, enquanto a propagação da pneumonia viral parece acelerar em vários países europeus, asiáticos e no Brasil, apesar de uma aparente diminuição dos casos recenseados na China.

“Há sempre mais razões de inquietação do que de confiança. Não se sabe em que ponto da epidemia estamos e desconhecemos os desgastes económicos”, prosseguiu.

O Presidente norte-americano, Donald Trump, deve falar hoje sobre a crise do coronavírus Covid-19, na Casa Branca.

Trump acusou os seus opositores democratas e alguma comunicação social de fomentarem o “pânico” e perturbarem os investidores, apesar de as autoridades sanitárias norte-americanas preverem uma propagação do novo coronavírus no território dos EUA.

Em declarações feitas na terça-feira à cadeia televisiva NNBC, o conselheiro económico da Casa Branca, Larry Kudlow, apelou aos investidores para que não cedam ao pânico, considerando que o novo coronavírus não representa uma “tragédia económica”.

RN // SR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS