Wall Street fecha em forte alta graças à Fed, à criação de emprego e à China

Wall Street fecha em forte alta graças à Fed, à criação de emprego e à China

A bolsa nova-iorquina encerrou hoje em forte alta, graças a declarações do presidente da Reserva Federal (Fed), Jerome Powell, sobre as taxas de juro, à criação de emprego em dezembro nos EUA e a decisões chinesas.

Os resultados definitivos da sessão indicam que o seletivo Dow Jones Industrial Average valorizou 3,29%, para os 23.433,16 pontos.

Mais fortes foram as subidas do tecnológico Nasdaq, de 4,26%, para as 6.738,86 unidades, e do alargado S&P500, que avançou 3,43%, para as 2.531,94.

O presidente da Fed deu motivos aos investidores para sorrirem, depois da desorientação em que têm vivido nas últimas semanas com a política de subida de taxas de juro.

Durante uma conferência em Atlanta, no Estado da Geórgia, que juntou o atual presidente da Fed e os seus dois antecessores, Powell afirmou que “a política monetária não está numa trajetória pré-estabelecida”.

No seu discurso, Powell disse que o banco central “está sempre preparado para mudar o curso da sua política monetária, de maneira significativa, se for necessário”, referindo-se à política de subida de taxas e às inquietações que suscita junto dos investidores.

“Powell tranquilizou enormemente sobre a flexibilidade”, resumiu Gregori Volokhine, da Meeschaert Financial Services.

“Trata-se de detalhes subtis, mas os banqueiros centrais estão muito constrangidos na sua capacidade de modificar a sua comunicação entre as reuniões oficiais”, comentou, por seu lado, Chris Low, da FTN Financial. Acrescentou ainda que “são estes elementos que os investidores precisam de ouvir”.

Atacado nos últimos dias por Donald Trump, devido às suas escolhas monetárias, Powell assegurou que não se demitiria, mesmo que o Presidente lhe pedisse.

Antes do discurso de Powell, a praça de Wall Street já tinha começado a sessão em terreno positivo, graças ao habitual relatório oficial mensal sobre o emprego nos EUA, cujos números de criação de postos de trabalho foram considerados “espetaculares” pelos analistas da Pantheon Marco.

Em dezembro, a economia norte-americana criou 312 mil empregos, o salário horário aumentou fortemente e a subida da taxa de desemprego para 3,9% foi associada a um aumento da taxa de participação no mercado de trabalho, o que foi lido de forma positiva.

À semelhança das bolsas mundiais, também Wall Street beneficiou com o anúncio feito pelo banco central da China de medidas de apoio à economia do país, em contexto de guerra comercial com os EUA.

RN // JLG

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Wall Street fecha em forte alta graças à Fed, à criação de emprego e à China

A bolsa nova-iorquina encerrou hoje em forte alta, graças a declarações do presidente da Reserva Federal (Fed), Jerome Powell, sobre as taxas de juro, à criação de emprego em dezembro nos EUA e a decisões chinesas.