Wall Street fecha em baixa depois da Fed anunciar subida das taxas de juro

Wall Street fecha em baixa depois da Fed anunciar subida das taxas de juro

A bolsa nova-iorquina encerrou em ligeira baixa, com os investidores a fazerem uma pausa depois das decisões e dos comentários sem surpresas do banco central norte-americano, a Reserva Federal (Fed).

Os resultados definitivos da sessão indicam que o seletivo Dow Jones Industrial Average cedeu 0,40%, para os 26.385,28 os pontos, e o alargado S&P500 recuou 0,33%, para as 2.905,97 unidades.

Também o tecnológico Nasdaq fechou em baixa, ao desvalorizar 0,21%, para os 7.990,37 pontos.

Como antecipado, a Fed subiu hoje as suas taxas de referência, insistindo no dinamismo da primeira economia mundial.

E, pela primeira vez desde 2011, deixou de qualificar a sua política monetária como “acomodatícia” (estimuladora do crescimento).

Este último elemento “sugere a ideia que os investidores devem desembrulhar-se sozinhos, devem voar com as suas próprias asas”, comentou JJ Kinahan, da TD Ameritrade.

Os corretores de Wall Street têm, com efeito, beneficiado ao longo dos últimos anos do dinheiro barato da Fed, pelo que a perspetiva de uma subida das taxas os enerva.

Em todo o caso, a decisão da Fed “é também o sinal da sua confiança na solidez do mercado”, acrescentou Kinahan.

De maneira geral, os banqueiros centrais “tinham calibrado bem as suas intervenções precedentes” para que as decisões e os comentários do dia não surpreendessem os investidores, referiu.

Os índices de Wall Street, num primeiro tempo, mostraram-se indiferentes aos anúncios do banco central, mas acabaram a sessão a cair.

“Os investidores escolheram fazer alguma retração depois destas informações, há muito esperadas”, avançou Art Hogan, responsável pela estratégia de mercados na B. Riley FBR.

Os investidores acusaram também a fraqueza das ações dos setores bancário e imobiliário, com os respetivos subíndices no seio do S&P500 a perderem 1,27% e 1,15%.

A subida das taxas de juro tende a beneficiar os bancos, mas a cotação destes últimos tinha subido de forma importante, na antecipação das decisões da Fed. E os efeitos destas no mercado imobiliário são incertos.

“As subidas das taxas de juro devem-se a uma boa razão, a melhoria da economia”, observou Lawrence Yun, economista da Associação norte-americana dos Agentes Imobiliários, prevendo que o ritmo de vendas de casas prossiga.

Ao contrário, “o crescimento dos preços do imobiliário deve diminuir, porque as taxas de juro mais elevadas limitam o orçamento dos compradores”, acrescentou.

RN // SR

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Wall Street fecha em baixa depois da Fed anunciar subida das taxas de juro

A bolsa nova-iorquina encerrou em ligeira baixa, com os investidores a fazerem uma pausa depois das decisões e dos comentários sem surpresas do banco central norte-americano, a Reserva Federal (Fed).