Wall Street fecha em alta e com 31.º recorde do Nasdaq este ano

A bolsa nova-iorquina encerrou hoje em alta, com os investidores a levarem o Nasdaq a novo recorde e a ignorarem a quebra na criação de emprego no setor privado nos EUA, em julho.

Wall Street fecha em alta e com 31.º recorde do Nasdaq este ano

Wall Street fecha em alta e com 31.º recorde do Nasdaq este ano

A bolsa nova-iorquina encerrou hoje em alta, com os investidores a levarem o Nasdaq a novo recorde e a ignorarem a quebra na criação de emprego no setor privado nos EUA, em julho.

Os resultados definitivos da sessão indicam que o índice seletivo Dow Jones Industrial Average registou uma quarta sessão consecutiva em alta, ao avançar 1,39%, para os 27.201,52 pontos.

Enquanto o índice alargado S&P500 progredia 0,64%, para as 3.327,73 unidades, o tecnológico Nasdaq fixava o seu 31.º recorde do ano, ao valorizar 0,52%, para as 10.998,40.

O setor privado nos EUA criou 167 mil empregos em julho, um ritmo travado pelo encerramento de estabelecimentos comerciais e restaurantes em grande parte do país, onde os casos de infeção com o novo coronavírus voltaram a subir, segundo o levantamento da firma de serviços às empresas ADP.

Este úmero de criação de empregos ficou bem abaixo dos 1,6 milhões esperados pelos analistas.

“Os investidores estimam que o inquérito ADP não tem sido um indicador particularmente útil nos últimos meses para antecipar os números mensais do Departamento das Estatísticas do Trabalho” (BLS, na sigla em inglês), disse Sam Stovall, que dirige a estratégia de investimento na CFRA Research.

O BLS, um órgão do Departamento do Trabalho, deve publicar na sexta-feira um relatório muito aguardado sobre o emprego e a taxa de desemprego em julho.

Dos outros indicadores publicados hoje, a atividade nos serviços nos EUA subiu em julho mais do que previsto, segundo o índice da associação profissional ISM.

O défice comercial dos EUA, por seu lado, fixou-se em 7,5% em junho, segundo os dados do Departamento do Comércio.

Na frente sanitária, o Governo norte-americano anunciou hoje mais um investimento de mil milhões de dólares no projeto de vacina contra a covid-19 da farmacêutica Johnson & Johnson, com pelo menos 10 milhões de doses garantidas à partida.

A ação da farmacêutica fechou a sessão em Wall Street a subir 0,80%.

Os investidores estiveram a acompanhar também as discussões parlamentares sobre novas ajudas às famílias e às empresas, sem acordo à vista.

“Os investidores estão a dar-se conta de que como o plano de relançamento está com problemas em ser votado, vai ser sem dúvida o último”, previu Stovall.

RN // SR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS