Wall Street fecha em alta com resultados e otimismo no conflito EUA-China

A bolsa nova-iorquina encerrou em alta, com o índice S&P500 a roçar o seu máximo histórico, graças sobretudo à divulgação de resultados empresariais trimestrais e a um otimismo moderado na frente comercial.

Wall Street fecha em alta com resultados e otimismo no conflito EUA-China

Wall Street fecha em alta com resultados e otimismo no conflito EUA-China

A bolsa nova-iorquina encerrou em alta, com o índice S&P500 a roçar o seu máximo histórico, graças sobretudo à divulgação de resultados empresariais trimestrais e a um otimismo moderado na frente comercial.

Os resultados definitivos da sessão indicam que o índice seletivo Dow Jones Industrial Average progrediu 0,57%, para os 26.958,06 pontos.

Da mesma forma, o tecnológico Nasdaq valorizou 0,70%, para as 8.243,12 unidades, e o alargado S&P500 apreciou 0,41%, para as 3.022,55. Com esta marca, este índice ficou a meros pontos do máximo que registou no final de julho.

No conjunto da semana, o Dow Jones ganhou 0,7%, o Nasdaq avançou 1,9% e o S&P500 subiu 1,2%.

Os investidores na praça nova-iorquina foram tranquilizados pelos resultados, positivos na sua maioria, divulgados por várias empresas cotadas.

Bem entendido que a Amazon desiludiu hoje à noite, afetada pelo custo considerado exorbitante do seu serviço de entrega em 24 horas e pela queda do seu lucro, mas limitou os estragos, com um recuo de 1,09%.

A Intel, pelo contrário, valorizou hoje mais de 8%, depois de ter apresentado na quinta-feira resultados largamente acima das expectativas e ter revisto para cima os seus objetivos financeiros para o quarto trimestre.

Cerca de 40% das empresas integrantes do S&P500 já apresentaram as suas contas trimestrais.

Por outro lado, os investidores ficaram satisfeitos com um anúncio do representante dos EUA para o comércio (USTR, na sigla em inglês), indicando que parte do acordo entre EUA e China estava em vias de finalização.

RN // SR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS